terça-feira, junho 10, 2014

Eu Li: Atraído - Emma Chase


Título:
Atraído
Autora:
Emma Chase
Editora:
Universo dos livros
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC

Drew Evans venceu na vida. Charmoso e arrogante, ele fecha negócios milionários e seduz as mulheres mais lindas de Nova York apenas com seu sorriso. Seus amigos são leais e sua família o apoia. Então porque ele está trancado em seu apartamento há sete dias, terrivelmente deprimido? Ele dirá que está gripado, mas isso obviamente não é verdade. Katherine Brooks é uma mulher linda, inteligente e ambiciosa, que não deixa nada nem ninguém distraí- la de sua busca pelo sucesso. Ela foi contratada pela empresa de investimentos do pai de Drew, o que vira a vida do rapaz de cabeça para baixo: a competição com ela o estressa, sua atração por ela o distrai e suas investidas fracassadas o frustram. Logo quando Drew achava estar próximo de ter tudo aquilo que queria, seu excesso de confiança põe tudo a perder. Será que ele conseguirá enfrentar os contratempos e vencer o verdadeiro desafio de sua vida: o amor?


Oi gente, voltei!


Depois de um tempo afastada das resenhas (por motivos de: estar enrolada na minha mudança) estou retornando ao amado blog, com algumas resenhas sobre os livros que li em meio a zona que é empacotar coisas e levar para outra casa! 

Pergunta da vez:

Alguma vez já aconteceu com vocês, de ouvirem tanto (mas tanto mesmo) as amigas falarem de um livro, que você acabou absorvendo praticamente por osmose essa curiosidade? Pois é, foi o que aconteceu com esse livro! Atraído é um livro que já te atraí pela capa, desculpem o trocadilho, mas uma capa assim: com um tanquinho lindo e uma overdose de vermelho, não consegue passar desapercebida nas prateleiras.

Nesse último domingo (dia 8/6) fui ao encerramento da Feira Pan Amazônica do livro com minha família, e parei de me torturar psicologicamente com as celebres perguntas: compro? ou não compro?, e trouxe de vez o livro para casa. Comecei a ler no mesmo domingo.

Devo admitir que no início pensei que fosse ser um livro similar aos livros da franquia Irresistível (da mesma editora), mas ao contrário da outra serie de livros, essa não intercala as vivências dos personagens, o livro aqui referido fala única e exclusivamente sobre o ponto de vista do Andrew!

Bom, um dos pontos que gostei logo de cara, é que o Andrew sempre interage com a leitora, no sentido de imaginar o que você pensa sobre ele (ou os homens em geral) ou quando no meio dos pensamentos expostos dele, você vai querer jogar uma sapato nele. Ele constantemente divaga sobre o amor, e como ele foi cair nesse ´´lado negro da força``.

Para todos os efeitos o Drew é um garanhão, garotão, sedutor e filhinho de mamãe que tem a confiança de um lorde, e a auto estima de uma diva. Ou seja, na mente dele, dificilmente ele não consegue o que quer. Atéeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee...ele conhecer a Kate, que por sinal na época é noiva (há quase 11 anos) de um cara muito comodo (para não usar aqui as palavra do Drew para descrevê-lo, porque aí o nível da resenha ia baixar).

Nada melhor que um bom desafio para atiçar um playboy desses, né? Esse pensamento é bem clichê, mas se aplica ao livro.

Um outro ponto positivo do livro, é que aparentemente a autora fez uma pesquisa meio intensa, sobre o universo e a mente masculina (no sentido da objetividade, podemos dizer!). Não estou dizendo que todos os homens pensam como o Andrew, por favor, né!? É um romance, e muito do pensamento do Drew foi adaptado no desenrolar da história. Mas ainda assim, foi divertido ver como ele fala do príncipe encantado por exemplo, alegando que ele é um idiota, e que a Cinderela tinha que ser uma grande empreendedora de negócios, para ela mesma comprar o seu castelo e não depender de príncipe coisa nenhuma!

Com relação a tradução do texto do Inglês, para o Português, não posso dizer que foi o máximo, por que ainda não li (e nem sei se vou ler, não porque não tenha gostado do livro, mas porque quando leio um livro em português comumente não procuro sua versão em Inglês), mas a quem possa interessar, os palavrões estão todos lá...kkkk...e nada de CARAMBA...rsrsrs 

Então basicamente, o livro conta a história de uma garanhão que acha que esta doente, por que descobriu que estava amando e apaixonado (tudo junto) por sua concorrente no escritório, quase uma versão feminina dele, só que sem a parte de ser safado(a). O engraçado também pode ser encontrado na descrição da doença dele...mas eu não posso contar por que aí seria spoiler.

O livro é uma leitura fácil, rápida e engraçada, com uma dose de romance bonachão, sem muito drama, o tipo de livro que indico para quando você tiver curtindo aquela ressaca literária há algum tempo, ou se tiver que fazer aquela viagem de ônibus cansativa que vai levar tipo umas horas para chegar no seu destino final, então recomendo esse livro para você fazer essa 'viagem' sorrindo e soltando esporadicamente os ´´nhownnnnnnn``, e fazer as pessoas ao seu redor se contorcerem (como eu mesma já fiz) para saber: que livro é esse, que essa menina(o) está lendo que é tão engraçado ou romântico?

O que a mulher certa não faz na vida de um homem? A reciproca também é verdadeira!?

Fica a dica!






6 comentários:

  1. Já li este livro e amei! É a combinação perfeita entre romance e comédia. É bom ler um YA que seja do ponto de vista masculino,ainda mais um engraçado como o Drew <3

    ResponderExcluir
  2. Confesso que ia pular a resenha por achar que era algo erotico, mas li até o final e gostei o.O kkkkkkk
    Sou muito ''carola'' com esses livros eróticos, não gosto, não gosto e não gosto, dai quando vejo capas com ''pegada sexy/sexual'' já descarto da lista de leituras, maaaaaaaaaaaas, esse me deixou muito intrigada, porque parece que o livro trata mais da corrida dele para conquistar a sua versão feminina e talentosa (e não safada... kkkkkk).

    quero muito ler... kkkkk, espero que meu namorado não se importe com uma capa de gostosão kkkkkkk

    ResponderExcluir
  3. Já tinha lido uma resenha sobre esse livro mas nada comparado com a sua, gostei bastante do livro e pensei que seria um livro erótico só pela capa então se fosse para comprar sem saber nada sobre o livro eu não compraria mas agora sabendo mais com certeza quero lê-lo. Gostei do jeito do Drew, como ele pensa sobre o homens e seus sentimentos, com certeza esse livro me fará rir e suspirar. Estou precisando ler um livro assim porque estou com uma ressaca literária.
    Amei a resenha.
    Beijos

    ResponderExcluir
  4. Caso lesse e que fique claro que não tenho essa intenção, iria me divertir ao ver o que o Drew fala e pensa, quem sabe até não concordaria com alguns de seus pensamentos?
    Um desafio sempre atiça qualquer pessoa ainda sendo como você descreveu, ele não iria querer perder Kate, uma leitura rápida e leve para se ler entre livros mais fortes, apesar de não gostar muito desse estilo talvez leia, só para saber o que ele diz sobre sua doença e também se consegue finalmente tomar jeito e mudar.

    ResponderExcluir
  5. Não gostei da capa, ao contrário de você não curto capas com homens seminus exibindo seus tanquinhos... rsrs Mas a história parece ser bem interessante. Achei legal o livro mostrar o que o Andrew pensa, fiquei curiosa nessa parte. Parece ser um romance bem leve, gostoso e fácil de ler. Se tiver oportunidade eu lerei.

    Beijos!!

    ResponderExcluir
  6. Este não me chamou TANTO a atenção.
    mas leria caso tivesse a oportunidade, só não o compraria tão em em breve, sabe?
    O gênero está ficando bem enjoativo para mim... mas leio alguns que se destacam.

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo