quarta-feira, maio 28, 2014

Eu Li: Aconteceu Em Paris - Molly Hopkins




Título:
Aconteceu em Paris.
Autor:
Molly Hopkins
Editora:
Novo Conceito
Onde Comprar:
Submarino Saraiva | FNAC


Evie Dexter quer fazer carreira como guia de turismo. Determinada como é, e cheia de coragem por causa de um ou outro drink, ela logo começa a 'melhorar' seu currículo. E consegue um ótimo emprego - acompanhar turistas por toda Paris. Agora é só uma questão de se firmar como profissional demonstrando o seu melhor. Mas os vinhos franceses são tão gostosos... E seu tutor, Rob, é bonito demais!


Oi gente bonita, voltamos!

Dessa vez vim contar um pouco da minha experiência com esse livro, Aconteceu em Paris, que posso dizer foi um tanto hilária como o próprio livro.

Quem viu o meu Twitter (é gente, peguei esse hábito de escrever algumas coisas sobre o adiantar {surtos literários} de minhas leituras no twitter) viu como em alguns momentos (antes de chegar a página 100 do livro) eu quase falei impropriedades sobre a personagem principal, mas genteeeeeeeeeeee...desculpa não tem como gostar da Evie no início do livro! Calma gente. Por que eu digo isso? No inicio do livro a Evie pode ser descrita como fútil, mesquinha, shopaholic compulsiva, mentirosa, caloteira e quase alcoólatra...kkk

Ainda não conhecia nenhuma obra da autora Molly Hopkins até me deparar com esse livro. Antes eu preciso falar (vulgo: escrever!) o porquê de não ter abandonado o livro (apesar de eu nunca fazer isso ...TT.TT mas, vontade não me falta!), o livro me ganhou pelo ambiente urbano periférico misturado com o clima cinzento de Londres, que você encontra no livro, por ai você acaba se sentindo bem acolhida, como se estivesse lendo o livro em frente a lareira e estivesse bem frio lá fora, e você enrolada em uma manta, tomando chocolate quente. 

Foi assim que me senti, e olha que em Belém é um "forno"! Um amigo até me perguntou: Como pode Aconteceu em Paris se passar em Londres? kkk... O livro se passa entre idas e vindas de Londres a Paris.

Outro dos motivos de permanecer na leitura, são os personagens secundário. Veja bem, a Evie durante o trabalho dela, vai conhecendo as pessoas mais diferentes que você pode imaginar: motoristas parisienses charmosos e parecidos com o Colin Ferrell, um grupo de viúvas ricas muito suspeitas, um casal em que o marido é descrito como uma mistura de Highlander e Viking (morri com essa descrição), ruivo, dentre tantos outros que ela vai conhecendo e enganando. E por causa da lingua solta e imaginação fértil a historia da Evie vai se enrolando.

Logo de cara a Evie conhece o Rob, que é esse lindo aí na capa, mas que ela descreve como um Brad Pitt ( mas a versão dele em Tróia, ok?) a forma que eles se conheceram foi no minimo incomum, e eu não sei porque o Rob gostou dela pelo que ela fez com ele, eu teria ficado assustadíssima no lugar dele. Enfim, tinha que acontecer por causa do desenrolar da história, e posso também dizer que não tem muita enrolação no 'finalmente' também.

Não sei descrever porque, mas para mim o Rob é o tipico londrino, ele é conciso, gosta de assistir jogos e tomar cerveja, possui seu próprio negocio familiar em ascensão. Rob é o motivo principal pelo qual eu não detestei totalmente a Evie. 

Muitas vezes já escutamos que ser um casal é aceitar o outro como ele é, e somar para construir. É clichê, mas foi isso que aconteceu na relação deles, o Rob ajudou a Evie a perceber que ela podia dar conta do recado no trabalho, e ainda assim ser uma pessoa melhor, mas adulta, assim digamos. Ela até arrumou o guarda roupa dela e tirou uma percentagem do que não usava para doar. Para uma compradora compulsiva isso já é uma grande coisa.

Tudo parece tranquilo (exceto a vida sexual deles, tenho de dizer, e isso não é spoiler) na relação deles, até que duas coisas trágicas acontecem com a Evie, e faz ela passar por um longo período de amargura, e refazimento, por sua vez fazendo o Rob passar por muita coisa. A partir desses acontecimentos eu passei a gostar mais da Evie, porque ela se manteve fiel a decisão dela, e tocou a vida em frente, tentando não olhar para trás. Nesse ponto eu me identifiquei com ela (apesar de ela pisar na bola com certas atitudes, como o álcool e acidentalmente certos entorpecentes), se eu tivesse passado pelo que ela passou eu teria mantido a mesma decisão, apesar de não me comportar como ela...kkkk

Lógico que para saber o que aconteceu com ela de tão impactante, e o que aconteceu com o Rob, você tem que ler o livro, assim como para saber que atitude eu teria copiado da Evie. Então... foi por essas e por outras que eu gostei e ri bastante com o livro que no inicio tinha tudo para ser um livro trauma (onde já se viu uma 'mocinha' de romances ser tão ... tão... Evie?!) passou a ser um dos livros que me ganhou, como um romance bem maduro!

Então gente, fica a dica!
Espero que tenham gostado.

XOXO 





Anne Magno Sou uma Assistente Social formada, especializada e apaixonada pelo assunto Família, e que adoro trabalhos voluntários. Na verdade sou uma apaixonada por muitas coisas tipo: doramas (coreanos por favor ^^, o meu favorito é Devil Beside You!!!), filmes, series de TV...mas nenhuma dessas paixões supera o meu amor por livro. Faço parte da comunidade Bookaholic com muito orgulho, e não tenho o habito de desistir de leituras. Os dois gêneros literários que mais leio são: romances (épicos) e/ou sobrenaturais (em especial os de vampiro).

3 comentários:

  1. Tenho esse livro aqui comigo já faz um tempinho, mas não tenho muita vontade em lê-lo, acho que não vou curtir a história.

    Beijos, Paradoxo Perfeito

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rayra,
      pois é o mesmo aconteceu comigo, porém, a história me surpreendeu.

      Abraços de urso

      Excluir
  2. Esse é mais um dos "quero ler", adoro esse tipo de histórias divertidas, pela sua resenha achei meio parecido com qual seu número?, sei lá, acho que as protagonistas são doidinhas igual rsrsrsr

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo