quarta-feira, outubro 30, 2013

Na Tela #3 - Persuasão

Olá leitores vorazes! 

Desta vez recebi a missão de escrever sobre adaptações cinematográficas de livros. Então resolvi começar pela minha autora favorita Jane Austen, mas calma, não vou falar (ainda) sobre orgulho e preconceito, pretendo começar com o meu segundo livro favorito dela, Persuasão. Você sabia que persuasão tem adaptações para as telonas? Não? Então lá vamos nós.

Acredito que neste post vocês irão ver uma tentativa vã de uma pessoa que é totalmente e completamente apaixonada por todas as obras dessa diva literária inglesa chamada Jane Austen (1775–1817), de compor um comentário breve sobre a adaptação cinematográfica comparada com a obra literária. Mas que tal nos divertir tentando?


Desses livros acima, eu tenho o primeiro e o último da linha. Por quê? Porque o lançado pela Zahar vem com duas novelas inéditas (Lady Susan /Jack e Alice). E o último porque é uma versão bilíngue muito boa, lançado pela Landmark.

Persuasão foi um livro escrito em 1816, mas somente publicado em 1818, logo após o lançamento de A Abadia de Northanger, porém este começou a ser escrito após ela ter terminado Emma. A História de persuasão tem por ambiente a cidade de Bath (assim como em A Abadia de Northanger), e novamente nos conta histórias de uma sociedade burguesa. A trama romântica se dá em torno da jovem, delicada e pacata Anne Elliot, que teve a oportunidade de vivenciar o primeiro amor com um pobre rapaz chamado Frederick Wentworth. Lógico que sempre tem um personagem que contribui mais que outros para que o relacionamento não se desenvolva, como Lady Russell, neste caso, e é ai que você começa a entender o porquê no nome do livro ser este. 

O romance nos ensina que devemos saber esperar e não perder as esperanças. Foi isso que a Anne Elliot aprendeu quando, anos mais tarde ela se vê como plateia do cortejo de Frederick, (atualmente como um novo burguês e bem sucedido capitão da marinha) a sua amada amiga. Toda uma confusão até enfim o desenrolar da história, com direito a um belo primo interesseiro, e uma das belas cartas escritas por Austen (que lembra um pouco a do Sr. Darcy...rsrs), de Frederick a Anne.

Adaptação para as telas, realizada pela BBC, lançada em 2007, foi dirigida por Adrian Shergold, onde os personagem ganham vida através dos atores Sally Hawkins, como nossa doce Anne Elliot, e Rupert Penry-Jones, como nosso forte, destemido e persistente capitão (belíssimo) Frederick. É de opinião geral que adaptações, geralmente deixam a desejar em muitos aspectos. Mas, essa em particular (assim como muitas da BBC) me deixou muito satisfeita em quesitos abrangentes como fotografia, roteiro, vestuário e cenários. E a boa desenvoltura de todos os personagens.

Para os mais aficionados sobre as adaptações eu consegui ver muito do livro em outro filme, mas contemporâneo sobre o amor e saber esperar, tanto que o livro persuasão é ate mesmo mencionado durante ele. O filme em questão é A casa do lago lançado em 2006 e dirigido por Alejandro Agresti, estrelado pelo nosso queridinho Keanu Reeves e a fofíssima Sandra Bullock. Que é uma adaptação não oficial (acredito) que também vale a pena ser assistida.


Aos amigos leitores só posso dizer...Fica a dica ^^

14 comentários:

  1. Uau, amei o post!
    Sou louca para ler esse livro da autora, e fiquei instigada a comprar o livro da Zahar! Lindíssimo! Tenho a edição bilíngue, bem bacana! Já viu a nova edição da Martin Claret (uma azul)? É LINDÍSSIMA *-*
    Adorei saber da comparação com o A casa do lado. Sempre passa na Sessão da tarde, mas eu nunca realmente assisti por inteiro. Vou pegar para assistir :)

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Mellory,
      Obrigada por ler o post, e comentar, adoroooooooooooo...rsrsrs
      Bom eu vi a coleção das obras lançadas pela Martin Claret, realmente são lindas. Mas eu não gostei muito da qualidade do papel do livro em si, a sensação que tive é que ela vai ficar amarela, rápido rápido...rsrsrs...mas as capas continuam lindas!
      Bom, a minha versão favorita sempre será a da BBC, mas quando vi a casa do lago, e vi a menção do livro, algumas coisas naquele filme começaram a me parecer similares ao livro de Austen.

      Beijos.

      Excluir
  2. JANE AUSTEN DIVA MOR PERFEITA, AFFO.
    Também AMO as adaptações da BBC, São tão fieis e dá pra perceber o apreço deles pelos clássicos.
    Eu não tinha ligado "A casa do lado" com a obra. Acho que vale a pena assistir de novo e tentar perceber o que perdi.
    AMEI O POST, ANNE!

    Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ´´JANE AUSTEN DIVA MOR PERFEITA, AFFO.`` Super Concordo!
      Até agora não me decepcionei com nenhuma das adaptações austenianas da BBC.
      Vale dar uma chance ao fofíssimo do Keanu Reeves, e prestar a atenção na explicação da Sandra Bullock sobre o livro.

      rsrsrsr...Valeu Fernanda por ler o post!!!

      Beijos.

      Excluir
  3. Sua dica foi recebida com sucesso.

    Nunca li nada da Jane Austen (shame on me), mas já assisti Orgulho e Preconceito. O fato é que apenas pelo plot do filme já dá pra imaginar o quão bom deve ser o livro. Eu realmente espero ler algo desta senhora em breve.

    Quanto a Persuasão, eu não conhecia a história e é uma pena que não tenha no Netflix, mas vou procurar ler em breve (ou pelo menos até eu voltar).

    Continue postando, Anne, tá muito bom =D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elder, my dear!

      Elderete forever...o/

      Thank you so much, for read my little post about my favorite author, and comment it.
      ok, i will write more and more, because books make part of me, how you know pretty well, and writing about this make me happy a lot.

      i hope you will continue reading our posts in future...ok,? Plissssssssss..

      i miss you...baby.

      Excluir
  4. Sempre fui louca pela autora desde que li o Orgulho e Preconceito pela primeira vez. Depois vieram outros livros que fui descobrindo dela e o filme de Orgulho e Preconceito, que me fez gamar de vez.Minha eterna Diva. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ola Beth.

      Obrigada por comentar nosso post.

      Orgulho e preconceito não tem nem palavras para ser descrito, sem parecer simples demais os adjetivos...kkk
      Se você gostou de orgulho e preconceito, espero que goste muito de persuasão..^^

      Beijos.

      Excluir
  5. Eu acho que as adaptações da BBC têm uma grande vantagem sobre as adaptações cimatográficas feitas por Hollywood, nelas não há aquela necessidade que os estúdios têm de faturar milhares de dólares, nem de transformar qualquer história em algo atrativo para o público "jovem", que é o público alvo da maior parte da indústria de cinema americano; isso resulta em uma maior fidelidade aos clássicos e respeito a suas tramas já que a intenção é realmente apresentá-los a um público maior.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Cris Aragão,

      Obrigada pelo comentário!

      COM CERTEZA, as adaptações da BBC são fantásticas em muitos gêneros.
      Eu tive a oportunidade de assistir a versão ´´hollywoodiana`` de Emma, por exemplo, que é uma adaptação até legal e tal, mas quando comprei a da BBC, meu queixo caiu...kkk
      E nesse caso ainda tem a adaptação desse para o publico jovem na versão das Patricinhas de Beverlly hills...¬¬ sem comentários né...kkk

      Beijos.

      Excluir
  6. Eu nunca li Jane Austen, mas já assisti o filme de Orgulho e Preconceito ele é um dos meus favoritos, eu o amo de paixão. Sempre me critico por nunca ter lido o livro, mas um dia ainda vou ler isso é uma grande promessa que fiz para mim mesma

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Poison Girl,

      Bem como dizem, ´´promessa é divida``.
      No club do livro que participo aqui em Belém, toda vez que alguém diz que leu algum livro de Austen, acontecem pelo menos meia hora de suspiros depois...kkk, acho que graças a Deus, ainda não conheci ninguém que não tenha gostado dos livros dela.
      Nesse mesmo club, eu conheci até mesmo dois rapazes que leram, algum dos livros dela, e mesmo eles adoraram.

      Acredito que você não vai se arrepender, mas se eu posso te indicar algo, é:
      Comece por orgulho e preconceito ou persuasão, que são os meus favoritos, e mais lindos...rsrsrs

      Obrigada por deixar seu comentário.

      beijos.

      Excluir
  7. Muito legal o texto, realmente fiquei com vontade de ler Persuasão. Da Jane Austen li apenas Orgulho e Preconceito, que de tão bom, Elizabeth se tornou uma das minhas heroínas literárias. To devendo assistir o filme ainda. Pequena explosão de cabeça foi descobrir a referência à Persuasão, no filme A Casa do Lago, que é um dos meus preferidos. Só me fez ficar com ainda mais vontade de ler...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agoraaaaaaaaaaaaaaa!!!

      Valeu Victor por ter comentado!
      Assista aso filmes e depois nos diga o que achou!

      ^^

      Excluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo