segunda-feira, agosto 19, 2013

Eu Li: A Pousada Rose Harbor - Debbie Macomber


Título:
A Pousada Rose Harbor
Autora:
Debbie Macomber
Editora:
Novo Conceito
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC

A busca por um novo começo pode levar a grandes revelações. Jo Marie Rose decide comprar uma pequena pousada, como forma de superar a morte do marido. Mal sabe ela que as surpresas que a esperam nessa nova empreitada. Seu primeiro hóspede é Joshua Weaver, que voltou para casa para cuidar de seu padrasto doente. Os dois nunca se conheceram pessoalmente e Joshua tem alguma esperança de que possam conciliar suas diferenças. No entanto, uma habilidade de Joshua há muito perdida prova que o perdão nunca está fora de alcance e que o amor pode florescer onde menos se espera.
A outra hóspede é Abby Kincaid, que retorna a Cedar Cove para comparecer ao casamento do irmão. De volta pela primeira vez em 20 anos, ela quase deseja não ter ido, devido às memórias trazidas pela pitoresca cidade. E conforme Abby se reconecta com sua família e seus velhos amigos, percebe que só pode seguir em frente se permitir-se verdadeiramente a isso.

Debbie Macomber é uma autora que eu ainda não conhecia, e depois de uma maratona insaciável de romances épicos, fiquei feliz em tentar ler e resenhar algo mais contemporâneo. Eu posso disser que esse livro me surpreendeu bastante.

Jo Marie Rose é a nossa primeira protagonista, em momento nenhum a autora diz qual é a idade dela, mais eu gostei de imaginar que ela já estava quase nos seus quarenta anos. Ela tinha uma carreira brilhante na sua cidade natal, e estava quase sendo promovida a gerente do Columbia Bank, até que ela recebeu a noticia de que seu marido tinha morrido em um acidente de helicóptero no Afeganistão. Ela não sabia que ele deixou uma quantia em dinheiro considerável para ela, que decidiu partir para Cedar Cove, como nova proprietária da pousada local, que renomeou de Rose Harbor.

Em seguida aparece nosso protagonista masculino, Josh Waver, até então morando na Califórnia e trabalhando como engenheiro em grandes projetos. Josh é natural dessa cidadezinha, porém expulso foi pelo padrasto durante o ano de sua formatura no colegial. Assim como no caso anterior a autora não diz que idade ele possui, a característica marcante dele é a força tremenda que ele faz para não criar vínculos. Ele passa a ser o primeiro hospede de Jo Marie, quando se vê obrigado a voltar à cidade, para resgatar algumas pendências.

Por fim, mas não menos importante temos a personagem protagonista mais jovem do grupo (pelo menos foi como a imaginei) Abby Kincaid, é uma jovem mulher que se esconde do mundo e aparentemente vive uma vida mecânica. A passagem dela na historia é marcada por muitas intrigas e mistérios, (porém é a que tem um dos melhores finais, na minha opinião). Ela também é natural dessa cidade, e é o ultimo lugar em que ela gostaria de estar. 

Surpresas começam desde a forma como as historias se cruzam, que são contadas por três personagens principais, que se conhecem durante sua hospedagem na pousada (e que por incrível que pareça, foi batizada assim, por cauda do nome do marido de uma das personagens principais, Paul Rose), que fica situada em uma cidadezinha americana litorânea que passa muito tempo cheia de neblina ou chuva e onde a maioria dos moradores se conhecem desde a infância (acalme o seu coração o nome dela não é Forks), chamada Cedar Cove, situada na península Kitsap. 

Eu sinceramente travei no inicio da estória, mas acredito que isso foi devido a minha ressaca literária de épicos, passei um tempo sem tocar no livro, pois não consegui me ligar a ele, achei no inicio a historia meio rasa, mas eu não tenho o habito de abandonar livros, eu não tinha chegado nem no meio do livro, em uma madrugada sem sono eu me forcei a dar uma segunda chance para ele, e devorei-o nessa mesma madrugada. 

Sabe qual foi a mensagem do livro na minha opinião? A gente precisa se permitir dar uma segunda chance para certas coisas na vida para continuar vivendo. Eu achei quase um tapa de luva (rsrsr) a mensagem do livro ser essa quando eu tive de fazer isso, me permitir uma segunda chance para o mesmo. Eu particularmente achei ele diferente de muita coisa que li, e quem mais me cativou foi um personagem terciário e faz-tudo na estória. Mas fica a dica, para aqueles que estão intensamente envolvidos em um determinado gênero literário e querem dar um tempo, e mudar de ares.




Anne MagnoSou uma Assistente Social formada, especializada e apaixonada pelo assunto Família, e que adoro trabalhos voluntários. Na verdade sou uma apaixonada por muitas coisas tipo: doramas (coreanos por favor ^^, o meu favorito é Devil Beside You!!!), filmes, series de TV...mas nenhuma dessas paixões supera o meu amor por livro. Faço parte da comunidade Bookaholic com muito orgulho, e não tenho o habito de desistir de leituras. Os dois gêneros literários que mais leio são: romances (épicos) e/ou sobrenaturais (em especial os de vampiro).

2 comentários:

  1. Oii!!
    Também não sou de abandonar a leitura de um livro! A Pousada Rose Harbor será uma das minhas próximas leituras, pois vi muita gente elogiando a história.
    Gosto de história diferentes, e pela sua resenha o livro é assim! Espero ler logo!
    Beijos

    Elidiane Ferreira

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. OI,
      Elidiane Ferreira,
      depois que você ler o livro me diz o que achou do personagem faz tudo da estória...rsrsrs...ele me ganhou logo na sua primeira fala!

      Beijos!

      Excluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo