segunda-feira, agosto 26, 2013

Eu Li: A Cidade Sombria - Catherine Fisher



Título:
A Cidade Sombria
Autora:
Catherine Fisher
Editora:
Bertrand Brasil
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC

A única esperança para Anara, um mundo às portas da total devastação, reside em um mestre, seu aprendiz e nas antigas e ilegais relíquias com poderes misteriosos que eles colecionam. Ao saírem à procura de uma relíquia secreta com grande poder escondida há séculos, Raffi e Galen serão caçados, espionados e testados além dos seus limites, pois existem monstros — alguns deles humanos, outros não — que também desejam o poder desta relíquia até consegui-la.

O Mestre das Relíquias é mais uma série da fantasia da consagrada autora do gênero Catherine Fisher. Depois de muito tempo lendo livros de tudo quanto é gênero menos fantasia, foi muito bom tirar um tempinho para mergulhar nas maravilhas desse gênero de novo. É, por que fantasia é um dos gêneros mais interessantes que existem, com seus mundos, seres e lendas, novos.

Em A Cidade Sombria somos apresentados a Anara, um mundo feito pelos Criadores há muito tempo atrás. Criadores estes que haviam descido do céu e construído o mundo para depois partirem para um lugar que ninguém sabe. Eles deixaram para trás as relíquias, objetos variados através dos quais os membros da Ordem, os Mestres das Relíquias, conseguiam vislumbres dos Criadores. Esses mestres têm o poder de manter contato com todos os tipos de vida através do que eles chamam de terceiro olho. É um tipo de magia que envolve a natureza e o poder absorvido dela. A Ordem foi destruída há alguns anos e agora os membros sobreviventes são perseguidos pelos Vigias, que acreditam que a magia dos mestres é só um tipo de ilusão e não deve ser levada a sério.

Galen Harn e Raffi Morel são Mestre das Relíquias e aprendiz, respectivamente. Galen perdeu seus poderes em um acidente com uma relíquia e desde então tem tentado recuperá-los. A oportunidade surge quando precisam ir até Tasceron, a cidade sombria, pra encontrar um Sekoi - um ser peludo e astuto que adora ouro - e capturá-lo. Galen sente que em Tasceron há quem possa ajudá-lo a recuperar suas habilidades com Mestre das Relíquias, e é essa aventura que acompanhamos ao longo do livro.

Como eu disse acima foi boa a mudança de ares que o livro trouxe. Em fantasia você não pode esperar por nada específico, já que é tudo novo, pelos menos em um primeiro livro de série, então em cada página eu descobria algo mais sobre os Criadores, sobre a Ordem, sobre os poderes dos Mestres e seus aprendizes. Eu adorei descobrir aos poucos, pois há autores que jogam todos os fatos no começo, de uma vez só, e nos deixam sobrecarregados de informações.

Eu amo magia, e ler sobre magia é algo que eu amo de paixão, por isso adorei o livro. Ele não tem um ritmo frenético, mas é fácil se perder na leitura sem ver o tempo passar. O final não é daqueles ‘OMG o que vai acontecer agora’, mas há muitas pistas e tenho certeza que vai acontecer muita coisa legal envolvendo uma certa pessoa infiltrada entre os Vigias. Além do mais o título do próximo livro é A Herdeira Perdida, o que me deixa muito curiosa para saber se a herdeira é quem eu estou pensando..hum...

Eu li a história na prova do livro que a editora mandou, e me surpreendi com a qualidade da diagramação. O livro possui imagens muito legais, e a abertura de cada capítulo contém uma citação ou da Litania dos Criadores, ou dos Mandamentos dos Vigias, ou de outros textos pertencentes à história, o que te dá mais informações sobre o mundo do livro. Ele ainda não tem data certa de lançamento, mas assim que tiver  eu aviso vocês ;)

Não deixem de conferir o Booktrailer




3 comentários:

  1. Oii!!
    Vi algumas notícias sobre esse livro, porém ainda não tinha lido nenhuma resenha!
    Essa é capa é tão diferente! Como sou fã do gênero fantasia, fiquei curiosa para conhecer a história, parece ser bem criativa, nunca li nada parecido!
    Beijos

    Elidiane Ferreira

    ResponderExcluir
  2. Parabéns pela resenha Bianne! Já li A Cidade Sombria e curti bastante. Beijo!

    www.newsnessa.com

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda não li o livro, devo confessar que a capa não me conquistou muito, mas o jogo de cores ficou legal. Bem... Eu não sou muito de ler livros envolvendo magia, o único que li foi A Saga Harry Potter, mas pela resenha eu senti que a historia é legalzinha. Vou tentar ler quando eu tiver tempo.

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo