quinta-feira, maio 02, 2013

Eu Li: Lázarus - Georgette Silen


Título:
Lázarus
Autora:
Georgette Silen
Editora:
Giz Editorial
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC

Lázarus gira em torno de Laura, uma brasileira que vai trabalhar em Bristol, na Inglaterra. Fechada para o amor desde a morte do marido e com um filha "aborrescente" para cuidar, nossa heroína descobre uma segunda chance na figura do irresistível Robert, para desespero do melhor amigo dela, o ciumento e apaixonado David. Enquanto Laura e Robert se envolvem, uma série de mortes misteriosas ocorre na cidade. E muitos segredos vêm à tona. A autora Georgette Silen, porém não se limita a contar uma love story com assassinatos ao fundo. A trama ganha fôlego após a resolução dos casos: entram em cena mais personagens, desafios e, claro, perigos.


Lázarus entrou de supetão na minha vida. Eu já tinha ouvido falar da autora há algum tempo atrás por conta de seus outros livros, mas suas obras mais recentes eram até então desconhecidas por mim. Quando surgiu a oportunidade de resenhá-lo e eu soube que se tratava de vampiros eu me animei logo. Eu amo vampiros de paixão e faz certo tempo que eu não leio sobre eles, então Lázarus foi um presente. E uma grande surpresa. Eu mergulhei totalmente na estória. E ainda sonhei, sonhei!, com ela.

Pois é, Lázarus é daqueles livros que mesmo quando você sai do mundo dele para entrar no mundo dos sonhos ele vai junto. Eu sonhei que estava fugindo como uma das personagens e que o gostosão do vampiro me achava. Claro que era só sonho e a última parte infelizmente não aconteceu, mas vejam o quanto a estória me prendeu a ponto de fazer isso. E eu acordei com uma vontade insana de colocar as mãos na continuação, Panaceia. 

A trama gira em torno de Laura, uma museóloga brasileira e bem sucedida que é contratada para trabalhar em um museu em Bristol, na Inglaterra. Ela ficou viúva jovem, mas do casamento resultou uma filha, Cínthia, agora adolescente. Ela não crê que ainda haja lugar para uma relação amorosa em sua vida, apesar das claras tentativas de seu amigo de infância, David. Mas seu ponto de vista muda ao conhecer Robert, um homem daqueles que qualquer mulher sonha em conhecer. Claro que Robert não é bem o que ela imagina, apesar de lindo, educado, gostoso, charmoso e sexy ser verdade. E ao mergulhar em sua relação com Robert também mergulhará em um mundo de muitos perigos, mistérios e vampiros. 

É a combinação perfeita para um livro de sucesso. E eu só posso dizer que fico muito feliz por ter tido a chance de ler esse livro. É uma trama muito rica em detalhes, mas sem se tornar descritiva demais ou maçante. Todos os elementos foram utilizados de maneira equilibrada, dando uma fluidez à narrativa e a trama que você não imagina quando vê aquele livro enorme de mais de 500 páginas. Sem falar em toda a mitologia envolvida. Abordando dos mitos mais modernos aos mais antigos, como o das Lâmias, do Baital e dos Ekiiminus, a autora conseguiu inseri-los em um contexto só, sem desmentir nem tentar sobrepujar um mito vampírico ao outro. E em sua trama todos estão espalhados pelo mundo, cada um em seu território.  

Sem falar nos personagens. Todos bem caracterizados, cada um te conquistando por um motivo. Laura, Robert, Cínthia, Eric, Josh, Clementine, Morgana...todos envolvidos na trama e contribuindo para a riqueza dela. Eu adorei o temperamento da Laura e da Cínthia, tão parecido com o meu próprio. Adorei o charme e o romantismo do Robert, bem longe de ser piegas. Eric e seu jeito brincalhão. Josh e seu perfil de irmão mais velho e nerd. Até a Morgana é legal com seu jeito 'vaca' de ser. É uma trama de tirar o fôlego, com personagens ótimos e que já começa com uma cena intrigante, com uma das personagens, que não sabemos ainda quem é, fugindo de algo muito perigoso, e no processo relembrando tudo o que deixou para traz. E a partir daí eu devorei o livro para saber quem era essa personagem e por quê estava fugindo. 

Fico muito feliz com o que tenho visto da literatura nacional. Autores inovando em suas tramas, criando seus dramas, romances, distopias e fantasias de forma ousada, saindo de fórmulas comuns, mostrando que a literatura nacional não tem nada a dever à literatura importada. Não foi diferente com Lázarus, pelo contrário, só veio reforçar mais ainda esse meu ponto de vista. É um livro fantástico, que vale à pena ser lido, tanto por fãs de vampiros ou não. Tenho certeza que todos vão adorar! 

P.S. Quem está em Belém pode, e deve, aproveitar para passar no estande da Libre na Feira Pan-Amazônica do Livro, comprar seu exemplar e de leva ganhar o autógrafo da Georgette, que está aqui divulgando seus livros. E de quebra ainda ter uma boa conversa sobre a literatura nacional :)



2 comentários:

  1. Oi Bianne!!!
    Obrigada pela sua resenha e seu imenso carinho. Adorei!!!
    Bjs sinceros =)

    ResponderExcluir
  2. Puxa que resenha empolgada! Não conhecia a autora, apesar de já ter me deparado com algum livro dela pela blogosfera, mas não dei muita atenção. Não sou lá muito fã de vampiros, mas se tiver a chance certamente vou ler esse livro já que com base na sua resenha o livro não se limita apenas a isso. Dei uma pesquisada e vi que serão 4 livros. Aproveitei e marquei no skoob alguns livros da autora: SteamPink, Panaceia, Fábulas ao Anoitecer, As Crônicas de Kira e Lázarus.

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo