sexta-feira, janeiro 04, 2013

Eu Li: Cinema Pirata - Cory Doctorow


Título:
Cinema Pirata
Autor:
Cory Doctorow
Editora:
Galera
Onde Comprar: 
Submarino | Saraiva | FNAC

Cinema pirata entra no polêmico universo virtual dos downloads — ilegais e nem tanto —, das grandes corporações do entretenimento, e expõe as ideias mais inovadoras sobre o assunto. Num futuro não muito distante, as grandes corporações infiltraram os governos, e a única preocupação é o lucro. A pirataria é combatida com um fanatismo assustador. E os perdões, inexistentes. A pena para quem incorre na infração pela terceira vez é ter o acesso de toda a família à internet cortado. Por um ano e sem apelo. O jovem Trent, com apenas 16 anos, acaba causando a expulsão de sua família do mundo virtual. Quando ele, envergonhado, foge para Londres, vai combater as leis contra pirataria com a ajuda dos mais diferentes amigos.

Trent é um jovem de 16 anos que é super fã de um ator chamado Seth Watson e adora fazer mixagens com cenas dos filmes que esse ator fez. Para isso ele precisa fazer downloads constantemente, o que é considerado pirataria e deixa as grandes empresas de entretenimento morrendo de raiva. Claro que Trent é um entre tantos jovens que entendem a arte de um jeito novo, mas ele tomará uma atitude diferente diante do corte de acesso a internet que todo sua família sofreu por ele ter sido flagrado pela terceira fez fazendo pirataria, e se juntará a outros jovens revolucionários para derrotar as leis arbitrárias de seu país.

Cinema Pirata é uma leitura densa, principalmente devido ao assunto que é abordado e ao modo como foi abordado. Não é uma estória como outras. Não é bonitinha, apesar do romance que torna a trama um pouco mais leve, não é sobrenatural e não é uma aventura. É sobre um assunto que deve ser discutido antes que seja tarde. O autor não nos poupa dos termos técnicos (cujos significados podem ser facilmente encontrados na internet), nem de ‘palavrões’, nem de gírias. É um livro bem... real, algo que você sente que poderia realmente acontecer.

Não é uma estória para ser devorada, mas sim para ser lida ao mesmo tempo em que se reflete sobre o que está sendo lido, sobre como seria nosso futuro num lugar onde tudo dependesse da internet e existissem leis como as da trama, onde nosso acesso à internet fosse totalmente controlado e com um passo em falso o acesso fosse cortado e você pudesse ser impedido de trabalhar, de marcar consultas, de estudar para as provas e trabalhos da escola, etc.

O autor foi bem sucedido em inserir esse assunto numa trama repleta de jovens, curtição, personagens diversificados, uma cidade intrigante e fascinante como Londres...Eu gostei muito do livro, muito mesmo, e principalmente, por ser diferente do tipo de livro que eu tenho lido. É bom variar de vez em quando e com livros do Cory melhor ainda. Já li Pequeno Irmão, também dele, e recomendo da mesma maneira ;)


8 comentários:

  1. Nossa, o autor gosta de mexer com essas coisas de internet, tecnologia e tals... e esse livro, até pela capa, parece ser denso mesmo! (mais que Pequeno irmão)
    Quando eu for começar, acho que começarei por Pequeno Irmão.
    gostei da resenha!

    ResponderExcluir
  2. Nossa, o autor gosta de mexer com essas coisas de internet, tecnologia e tals... e esse livro, até pela capa, parece ser denso mesmo! (mais que Pequeno irmão)
    Quando eu for começar, acho que começarei por Pequeno Irmão, parece ser mais 'tranquilo', quero começar de leve rsrsrs
    gostei da resenha!

    ResponderExcluir
  3. Eu adorei o outro livro do autor e estou ansiosa para ler este também.

    Beijinhos,

    Thais Priscilla

    http://thaypriscilla.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. É um tema super atual, mas não curto leituras com palavrões, então passarei longe desse livro, :(

    ResponderExcluir
  5. Gostei do tema que o livro aborda, apesar de nunca ter lido nenhum livro do escritor gostei dele. Vou coloca-lo na minha lista sem duvida.

    ResponderExcluir
  6. Caramba, o livro parece super denso mesmo, mas ao mesmo tempo muito realista! E eu gosto disto. Às vezes é bom ter uma leitura leve e despretensiosa, mas eu gosto do que me faz pensar e refletir sobre a vida, sociedade e minhas atitudes.
    Gostei e entrou para a minha "pequena" lista de desejados.
    bjs

    ResponderExcluir
  7. Nunca tinha ouvido falar (lido sobre hehe) este livro, parece interessante, mas no momento estou fugindo de algo mais "denso". Só leitura leve ;)

    ResponderExcluir
  8. Um ano sem net?? Aff,realmente é uma pena e tanto, hehehe. Bem, não sou mto fã de historias assim. Não gostei da capa, enfim...é um livro que não me chamou a atenção. Bjksss

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo