sexta-feira, agosto 31, 2012

[ Quinta Em Outra língua #22 ] Amy and Roger's Epic Detour - Morgan Matson

Quinta em Outra Língua é um  meme criado pelo blog Amount of Words, com o objetivo de fazer resenhas ou comentar sobre o lançamento de livros estrangeiros às quintas-feiras. Todo blog pode participar - saiba mais aqui!



Título:
Amy and Roger's Epic Detour
Autora:
Morgan Matson
Editora:
Simon & Schuster Books for Young Readers
Onde Comprar:
Book Depository 1 | Book Depository 2 | Amazon 

Amy Curry acha que sua vida é uma merda. Sua mãe decide se mudar da Califórnia para Connecticut para começar de novo, apenas a tempo para o último ano de Amy na escola. Seu pai morreu recentemente em um acidente de carro. Então Amy embarca em uma viagem para escapar de tudo isso, cruzando o país de carro da casa que ela sempre conheceu para sua nova vida. Juntando-se a Amy na viagem está Roger, o filho do velho amigo da mãe de Amy. Amy não o vê há anos, e ela está pouco entusiasmada por estar dirigindo por todo o país com um cara que ela mal conhece. Então ela se surpreende ao descobrir que ela está desenvolvendo uma paixão por ele. Ao mesmo tempo, ela está chegando a uma aceitação sobre a morte de seu pai e como seguir com sua própria vida após o acidente. Contada na narrativa tradicional, bem como em pedaços da estrada -  guardanapos do jantar, recibos de motel, cartões postais - esta é a história da viagem de uma garota para encontrar-se.


Quem acompanha o Essa Semana do blog sabe que eu estou lendo (teoricamente falando) esse livro há um bom tempo, mas não por que ele seja ruim. Eu simplesmente não estava no clima para o livro sabe? Todo mundo já passou por isso alguma vez, saber que o livro é bom mas que seu humor não lhe permite estar em seu melhor momento para apreciar o livro da forma que ele merece. Mas finalmente essa semana (ou foi na outra? hum..) eu terminei de ler \o/

Amy perdeu sei pai recentemente em um acidente de carro e desde então não dirige. Por isso sua mãe precisa convocar o filho de um amigo para levar Amy para Connecticut, para onde o que resta da família se muda depois da tragédia. Amy costumava brincar com Roger quando eram crianças, mas não lembra muito desse tempo e não está muito confortável em viajar durante 4 dias sozinha com ele. Além do mais o roteiro que a mãe dela preparou é tão sem graça...até que Roger sugere algumas mudanças e a viagem se torna algo a ser lembrado com prazer. É uma viagem de descoberta para ambos, mesmo que eles não saibam disso no começo.


Realmente depois de ler sobre um road trip - uma viagem de carro pelo país - dá uma vontade tremenda de entrar em um carro e sair em uma aventura pelas estradas - mas as dos EUA, aqui no Brasil não dá para arriscar ;)  É algo de certa forma imprevisível, já que você tem que comer  na estrada e dormir onde der, em motéis desconhecidos e tal, mas mesmo lendo você tem um sensação enorme de liberdade, como se você pudesse fazer o que quiser e ir pra onde quiser *-*

Eu amei essa sensação, muito mesmo. E a estória como um todo é linda. Fiquei me imaginando no lugar de Amy e pude sentir sua angústia pela culpa  que ela sente em relação ao acidente, e o jeito como ela vai começando a se acostumar com esse sentimento de perda e a entender que ela não teve culpa é suave, mas perceptível. Roger é um fofo, lindo e gentil, que também tem seu problemas, não tão graves quantos os de Amy, mas que vão levá-los a novas aventuras...

Muito bom o livro, e muito bem feito. Há imagens das notas dos hotéis, das comidas que eles compraram na viagem, fora a playlists maras !! Muitas músicas que eu não conhecia e que são muito legais ! Sério, esses extras dão uma valor enorme ao livro. Vale muito à pena ler Amy and Roger's Epic Detour.





4 comentários:

  1. Nossa, fiquei animada para acompanhar essa viagem com os dois. É uma excelente sensação viajar assim pela estrada, de preferência sem destino.
    Já adicionei esse livro na minha wishlist e espero ler em breve.

    Bjs,

    ResponderExcluir
  2. Eu.Pirando.Para .Ler.Esse.Livro.*.*
    Eu vi uma resenha dele, já faz um tempo, e eu fiquei muito curiosa. Espero que seja lançado no brasil U.U. Eu ainda vou fazer uma Road trip antes de morrer *.*
    Ótima resenha, agora é rezar pra que o livro seja traduzido. E minha lista infinita de leitura só aumenta....

    ResponderExcluir
  3. Menina, eu não dou conta nem do que tenho para ler em português ... mas falando sério, a história do livro parece ser bem boa mesmo.

    ResponderExcluir
  4. Tomara que seja lançado logo por aqui pois a sua resenha me deixou com muita vontade de conhecer a estória da Amy e do Roger. Me encantei pelos personagens.


    Um leve bater de asas para todos!!!!!!!!

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo