sexta-feira, junho 01, 2012

Eu Li: Deslembrança - Cat Patrick




Título:
Deslembrança
Autora:
Cat Patrick
Editora:
Íntrinseca
Onde Comprar:Submarino | Saraiva | FNAC

Toda noite, quando London Lane recosta a cabeça no travesseiro e dorme, cada mínimo detalhe do dia que viveu desaparece de sua memória. Pela manhã, restam-lhe apenas lembranças do futuro: pessoas e acontecimentos que ainda estão por vir. Para conseguir manter uma rotina minimamente normal, London escreve bilhetes para si própria e recorre à sempre fiel melhor amiga. Já acostumada a tudo isso, ela tenta encarar a perda de memória mais como uma fatalidade que como uma limitação. Mas, quando imagens perturbadoras começam a surgir em suas lembranças e London precisa, de algum modo, escapar delas, fica claro que para entender o presente e o futuro ela terá que decifrar o que ficou esquecido no passado.


Deslembrança possui um enredo atraente, senão pela sua originalidade então pela sua estranheza. Como assim se lembrar de coisas do futuro? 'Lembrar' e 'futuro' não são palavras feitas para serem usadas de forma relacionada, mas okay. Aproveitei o preço camarada e resolvi dar uma chance a Deslembrança. 

London Lane tem sua memória resetada toda madrugada às 4:33, e toda manhã ela precisa recorrer as suas anotações e bilhetes para lembrar o que vestiu, que provas tem pra fazer, quem conheceu de importante e por aí vai. Essa é a rotina de London, sempre tentando viver uma vida normal, até que um dia ela conhece Luke, um garoto que com certeza absoluta vale à pena ser lembrado. Mas será que ela deve fazer isso? Deve lembrar-se dele ou seguir os conselhos de sua amiga e esquecê-lo? Independente da escolha de London, Luke já fez a dele: não quer que ela o esqueça. 

É meio estranho no começo, difícil de acostumar com o fato de que a memória dela é resetada. Na verdade foi difícil se acostumar com os bilhetes dela pra ela mesma. Tipo, eu não conseguia identificar direito a data do bilhete, se foi escrito numa quinta-feira ou se é o bilhete para ser lido na quinta-feira. Por incrível que pareça isso me atrapalhou um pouco no início, mas depois me acostumei. 

Eu achava que tudo na estória giraria em torno do Luke e de uma lembrança do futuro que ela tem: ela e outras pessoas em um cemitério, em frente a uma lápide desconhecida. De certa forma foi o que aconteceu. Tudo levava a crer que a descoberta do dono da lápide definiria o futuro deles, mas não foi com toda a intensidade e o clímax que eu imaginava. Eu pensei que fosse ser algo realmente grande, mas não achei tudo isso não. 

Claro, o relacionamento entre o casal principal é lindo! Bem construído, desenvolvido, e baseado num sentimento sincero e disposto a superar as dificuldades. Luke realmente vale à pena ser lembrado e é um amor ♥. Minha principal reclamação não é com os personagens, e sim com o desenvolvimento que prometia uma grande coisa e nem foi tão assim em minha opinião, e também com o final. O final chegou rápido demais e deixou brechas dignas de uma continuação, que não vai acontecer. WTF? 

Enfim, fiquem com os dois primeiros capítulos do livro para terem uma ideia do que vem pela frente. É legal, tem um enredo diferente que vale à pena ser lido, mas podia ter sido mais.





7 comentários:

  1. Adorei a resenha, mas fiquei com um pouco de medo de comprar o livro e me decepcionar, já que o desenvolvimento pelo jeito não foi tão bom. Sei lá, talvez eu dê uma chance ao livro pelos personagens, que parecem ser bem interessantes.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Já cheguei a ler outras resenhas e sempre criticam o final, que foi rápido demais, pouco desenvolvido etc.
    Até agora ñ consigo imaginar como a autora conseguiu fazer essa coisa do "passado+futuro", só de ler as sinopses fico com dor de cabeça tentando entender a situação...

    ResponderExcluir
  3. Achei a capa do livro bem massa !
    A história é bem diferente e interessante !Vi ele no shopping quando foi um dia desses não comprei pois tava sem dinheiro :/
    Mais quando der vou compra-lo !
    O que eu achei mais interessante de resenha é que ela prevê o futuro.

    ResponderExcluir
  4. Esse é um livro que não me interessa mto não...

    ResponderExcluir
  5. gostei da resenha, a capa é linda .....
    Mas a história não me chamou a atenção, e pela
    sua opinião ele tinha quer ter sido mais explorado...

    ResponderExcluir
  6. Fiquei curiosa em relação a história, concordo com vc sobre a estranheza em se "lembrar do futuro", fiquei um tanto interessada na história. Logo logo vou lê-lo.


    Parabéns pela ótima resenha.

    ResponderExcluir
  7. realmente é algo super novo, fiquei curiosa pra ler por causa disso, mas andei lendo umas resenhas e me falaram que a autora não constrói bem a narrativa...
    Me lembra um filme, não lembro qual...
    Espero ler algum dia se a oportunidade surgir

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo