quinta-feira, dezembro 15, 2011

Eu Li: O Imortal - Vanessa Bosso

Título :
O Imortal
Autor : 
Vanessa Bosso
Editora:
Dracaena
Onde Comprar:
Saraiva | Submarino | FNAC

Ele não é um vampiro, mas, acaba de completar 533 anos. A vontade de morrer é a única coisa que o mantém vivo. Até que alguém surge em sua vida… alguém capaz de mudar tudo. Deixe-se transportar para o Vale do Loire e descubra que o amor verdadeiro existe, independente do tempo e do espaço. Desvende os segredos por trás da imortalidade e deixe-se apaixonar por esse romance imortal.







Quando li o título do livro pensei "Ai God vampiro de novo?" . Não me entendam mal, eu adoro vampiros e sempre serão meus seres sobrenaturais preferidos, mas às vezes é preciso variar, na verdade é necessário variar.  Aí quando li a sinopse foi um grande alívio. E aí surgiu outra dúvida: que tipo de ser seria este? Foi a curiosidade sobre este  personagem de 533 anos e a expectativa de um belo romance que me atraíram para este livro. 

Não vou contar o que faz dele imortal para não spoilar a história, mas tem a ver com os famosos alquimistas de antigamente, ou seja, ele não é sobrenatural, pelo menos não no sentido a que estamos acostumados. Nicolas Deville, o imortal do título, tem 533 anos e vive para achar uma solução para sua imortalidade, para que possa finalmente morrer e descansar. Ele não pode tentar se matar pois senão irá direto para o inferno, e de lá não há escapatória.

Quando Nicolas está prestes a desisitir de tudo e se matar, mesmo indo para o inferno, ele conhece Sophie, uma mortal por quem se apaixona imediatamente, e Sophie parece corresponde-lo. Só há um porém: ela tem um noivo, Mark, que não vai gostar nada de saber que sua noiva se apaixonou por outro e vai se vingar a qualquer custo. 

A história estava me agradando muito mesmo até ele conhecer Sophie. Eu já disse em diversas resenhas que não gosto de romances em que os protagonistas mal se viram e já estão perdidamente apaixonados, dispostos a fazer de tudo um pelo outro.  Acho esse tipo de romance irreal, pois para mim o sentimento cresce e se fortalece com a relação. Conexão imediata tudo bem, mas chorar, depois de apenas dois dias de convivência, por que a pessoa vai embora, já é um exagero, NO MEU PONTO DE VISTA.  Talvez seja por que nunca tenha acontecido isso comigo, e talvez eu 'pague minha lingua' por esse ponto de vista, mas até isso acontecer ele não vai mudar.

Continuando, depois dessa paixão imediata o livro ficou sentimental demais, com juras de amor demais, principalmente da parte dele. Ela apesar de amá-lo não está disposta a tudo ainda, o que me deixou menos cabreira em relação à história, mas quando ela começa com o sentimentalismo, ninguém segura auauhsuhas.
Mas o que eu gosto realmente dos livros da Vanessa é a pegada espírita deles. NÃO FUJAM só por que eu disse espírita por favor. Nenhum livro da Vanessa que eu tenha lido é religioso, então podem deixar o preconceito contra esse gênero de lado, mas todos os autores constroem histórias baseados no que acreditam, todas as histórias são influenciadas por opiniões e/ou experiências dos seus autores. 

Esse aspecto, essa influência espírita está presente em O Imortal também. E as cenas finais são super lindas e especiais. Apesar de não ter gostado muito de uma parte do livro por causa do seu excesso de sentimentalismo, o final compensa. Se você curte romances bem sentimentais, bem romance mesmo, vai adorar por completo a história de Nicholas e Sophie. 


3 comentários:

  1. Só vejo resenhas positivas sobre os livros da Vanessa, e a cada dia tenho mais vontade de ler algo dela.
    Olha, eu também não consigo acreditar muito nesse lance de a pessoa se apaixonar logo de cara. Também nunca aconteceu comigo, e se acontecer, aí que eu vou acreditar. Penso igual a você.
    Isso tá parecendo o romance de Ben e Julieta/Ariel em Julieta Imortal, eles se apaixonam a primeira vista. E em três dias eles já estão amando. Affs, não consigo acreditar nisso, rs.

    Beijos,
    Mandi - Book and Cupcake

    ResponderExcluir
  2. Nunca li nada da Vanessa mas todas as resenhas que eu leio desse livro me fazem ficar ainda mais ansiosa pra ler.
    Capa linda e já que você disse que tem romance.. eu preciso ler!
    haha, as vezes sentimentalismo demais não é bom mesmo mas eu meio que gosto, então preciso ler urgentemente *-*

    ResponderExcluir
  3. Sabe que tmb não gosto de amor à primeira vista em livros? Hahahahahahaha.

    Mas nessa obra, achei perfeitamente crível, afinal, estamos falando de almas gêmeas... ai que lindo!

    Realmente acredito que, se encontrarmos nossa alma gêmea, nossa chama gêmea como gosto de chamar... o amor será arrebatador pq as duas pessoas vão se reconhecer logo de cara. Pelo menos na teoria, deveria ser assim, não? Ain, tomara que seja assim, tomara!! KKKKKKK

    Que bom que gostou do final e do toque espiritualista. O final desse livro é realmente especial, eu adoro!

    Um beijo enormeeeeeeeeeeee!!!!

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo