segunda-feira, dezembro 12, 2011

Eu Li: Fome - Michael Grant

Título :Fome
Autor : 
Michael Grant
Editora:
Galera Record
Onde Comprar:
Saraiva | Submarino | FNAC

Já se passaram três meses desde que todos os menores de quinze anos ficaram presos na bolha conhecida como o LGAR. As coisas só pioraram. A comida está acabando, e as crianças cada dia mais estão a desenvolvendo habilidades sobrenaturais. Logo ocorrerá tensão entre aqueles com poderes e os sem poderes, e poderá ocorrer uma tragédia indescritível, irrompendo o caos. Normais contra os mutantes, e uma batalha com rumo sangrento. Mas há algo escondido que é mais perigoso. Uma criatura sinistra conhecida como a Escuridão começou a chamar os sobreviventes do LGAR. Ela precisa de seus poderes para sustentar a sua própria. Quando a Escuridão chama, alguém vai responder – com consequências fatais.



Fome é a continuação de Gone, e ao meu ver, não deixou nada a desejar. Tem todos os aspectos positivos do livro anterior:  suspense, crueldade, cenas dramáticas, mistério, medo.....principalmente o medo da fome, e por mais que eu tenha imaginado antes, nunca pensei que a fome fosse capaz de levar pessoas a fazer o tipo de coisas que fazem, ou pensam em fazer, nesse livro. Principalmente quando paramos para lembrar que as pessoas em questão são crianças de até 14 anos.

A história se inicia três meses após o encerramento do livro anterior. Sam foi escolhido como o 'prefeito'  do LGAR  e está enfrentando problemas que nunca sonhou ser capaz de enfrentar, ou mesmo vivenciar,  aos 15 anos de idade. Novos poderes tem sido desenvolvidos por crianças e uma rivalidade entre normais e aberrações ameaça a paz, já quase inexistente por diversos outros fatores, do LGAR.

No livro anterior nós descobrimos como o LGAR foi criado, e por quem, e em FOME descobrimos mais sobre a criatura que se esconde na escuridão e que tem invadido e controlado a mente de várias crianças.  O título do livro reflete a FOME em duas situações diferentes: a fome de todas a crianças do LGAR e a fome da criatura da escuridão. Após mais de três meses do surgimento do LGAR, pouca comida ainda resta, se é que se pode chamar molho de tempero ou repolho cozido de comida. Todos estão magros e desnutridos, e o medo de morrer de fome faz com que cada vez mais crianças torçam para que chegue logo seus aniversários de 15 anos e possam ir embora do LGAR, mesmo sem saber de fato para onde irão. Já a criatura da escuridão tem fome de radioatividade, e está planejando coisas terríveis para que sua fome seja alimentada.

Eu li em algum lugar que este era o pior livro da série, mas não o achei inferior em relação ao anterior, e só me fica na mente que os outros livros devem ser totalmente imperdíveis. Essa série é viciante demais gente, mas não é para quem tem coração, e principalmente estomago, fracos. Há muitas cenas horríveis, no sentido de serem feias, e descreverem atos cruéis.

Não sei se é besteira, mas essa série me lembra muito as séries Amanhã do John Marsden e Jogos Vorazes, da Suzane Collins, no sentido de serem jovens agindo como adultos e vivenciando situações que não deveriam vivenciar nessa idade, e que com certeza deixarão marcas profundas.  E eu amo séries assim!!!! E eles ainda tem poderes, e estão isolados em um lugar super problemático e cheio de limitações. É realmente uma série fora do comum, e óteema!

Recomendo essa série se você gosta desse tipo de história, se se identifica alguma das séries de livros citadas acima, e principalmente, se tem estomago forte. O jeito como Michael descreve as cenas, todas elas, das mais fofas -  e difíceis de serem encontradas - as mais feias e nojentas, de uma forma bem real, faz com que seja difícil não se deixar afetar por elas. Se você se garante, não pode perder.



4 comentários:

  1. eu nunca li Fome, mas alguma coisa na sinopse dele tb me lembrou Jogos Vorazes - a ideia de vc estar tão desesperado que amadurece à força, eu acho. tenho vontade de começar a ler a série, mas não é nenhuma prioridade.

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda não li nenhum livro da série Gone. Já tive vontade de ler essa série, mas por enquanto tenho outros livros em vista.

    Beijos,
    Bells - Just a Girl

    ResponderExcluir
  3. Eu ainda não li o primeiro "Gone", mas só ouço falarem bem do livro.
    E pela sua resenha, só fiquei com mais vontade de ler a série.

    Bjok

    ResponderExcluir
  4. li os dois tbm... sou muito fã de gone, jogos vorazes e maze runner pois são parecidas e gosto muito desse tipo de livros... se eu tivesse de escolher qual dessas séries é melhor seria difícil...
    Ótimo blog...

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo