segunda-feira, novembro 07, 2011

Eu Li: Dezesseis Luas - Kami Garcia, Margareth Stohl




Título :
Dezesseis Luas 
Autor : 
Kami Garcia, Margareth Stohl 
Editora:
Galera Record  
Onde Comprar:
Saraiva | Submarino | FNAC

Quando Lena chegou a Gatlin, eu só tinha certeza de uma coisa: ela não se parecia com ninguém que o pessoal daqui já vira. E as diferenças não estavam apenas na aparência.
Eu tinha certeza que já havíamos nos encontrado antes, talvez nos sonhos. É, sei que parece idiota, mas eu vinha sonhando com alguém há tempos, alguém que eu não conhecia, alguém que, no sonho, precisava ser salva, ou tipo isso.
Antes de Lena eu estava contando os meses para deixar Gatlin, mas agora era diferente: havia Lena. E havia algo entre nós, uma atração que eu não conseguia explicar. Eu precisava conhecê-la melhor e entender o que eu estava sentindo. Mas, para me aproximar, teria que enfrentar o tio com fama de louco dela; Amma, nossa governanta supersticiosa, que tinha praticamente me criado; meu pai, que desde a morte de minha mãe só ficava trancado no escritório “trabalhando”; meus amigos e inimigos, as garotas populares da escola...
E ainda havia o segredo, um tipo de segredo que não ficaria oculto por muito tempo em um lugar como Gatlin, um tipo de segredo que pode mudar tudo a sua volta...
Faz muito tempo que eu queria ler Dezesseis Luas, pois assim como muitos outros livros, este estava na minha lista de leituras desde seu lançamento nos EUA, mas infelizmente não pude comprá-lo. Recentemente eu tive a oportunidade de pegá-lo para resenha e não hesitei. A história é contada do ponto de vista de um personagem masculino, Ethan Wate, protagonista da história junto à Lena Duchannes, uma menina misteriosa e estranha que se muda para Gatlin, e muda também a vida de todos ao redor.
Desde antes de Lena se mudar a vida de Ethan já estava meio esquisita: todos os dias sonhava com uma garota, sem nunca ver o rosto dela, e nesse sonho, ou melhor pesadelo, eles dois estão caindo e não conseguem segurar um ao outro, só em lama, e ela cai na escuridão. E ele sempre acorda com lama nas unhas, como se o pesadelo tivesse sido real. E aí chega Lena,  diferente de todos na cidade, e vai morar com o homem mais recluso do lugar e de quem todos têm um certo medo. Logo chama a atenção de Ethan, que sente como se ela pudesse ler seus pensamentos, e ele que antes não via a hora de se mudar de Gatlin, se vê tão envolvido com Lana, seu destino e seus problemas, já não vê Gatlin como uma prisão, desde que Lana esteja por perto.
Não posso falar mais nada pois seria spoiler, e apesar de eu não ter achado nada de muito diferente no fato de ser narrado por um personagem masculino(o aspecto que eu esperava que me surpreendesse), é muito dificil largar esse livro antes do final. Não que ele seja surpreendente, pois não é e tem lá os seus clichês, mas o jeito como você se envolve na história,  a expectativa para saber o segredo de Lena e o que vai acontecer com ela, te deixa muito ansioso para saber logo o final. Eu não posso falar o porquê, mas Lena escreve em sua mão o número de dias que faltam para determinada coisa, e em pouco tempo você se vê meio nervoso com a proximidade da data temida.Os capítulos são iniciados com uma data, só para te fazer sofrer mais rsrs.
Gostei muito dos personagens e da história, que além de falar do sobrenatural  trata de aspectos sociais, da aceitação das diferenças, de bullying etc. A Amma é chata mas é legal, as patricinhas da escola são iguais em todos os livros:  fúteis. Apesar de ter gostados dos protagonistas, eles não são uma casal tão cativante para mim.Sei lá, não me conquistaram como casal. Apesar de saber que para ser uma série não poderia acontecer nada de grave com os personagens principais, fiquei muito triste com o que aconteceu com um personagem que eu adoorava =/ Mas enfim, agora me resta a curiosidade enoorme sobre o segundo livro, Dezessete Luas. Tenho grandes expectativas sobre ele, quero só ver como a autora vai solucionar os problemas, ou aumentá-los, nunca se sabe né?

P.S. Lembrei de um coisa: antes eu não entendi porque o título original , Beautiful Creatures, foi traduzido para Dezesseis Luas. Agora, depois de ter lido o livro, eu não entendo é por que o livro original tinha aquele título O.o 



11 comentários:

  1. Eu to louca por esse livro há MUITO tempo!
    Adorei tua resenha. Cada vez que leio uma nova minha vontade aumenta =D

    Beijo

    ResponderExcluir
  2. Oi Biah!
    Eu li o livro, e achei legal...
    Ele não prende muito no começo, a "ação" começa depois das primeiras 150 páginas.
    Eu também fiquei triste com a morte desse personagem, Biah! ):
    Eu to super esperando Dezessete Luas.
    Sua resenha está ótima. (:

    acarolalves@live.com

    Beijo

    ResponderExcluir
  3. A primeira vez que vi esse livro na Saraiva, ele tava em promoção (R$19,90), mas confesso que não fiquei tãããão empolgada assim para comprá-lo (tanto é que nem comprei! xD), mas já li tantas resenhas boas sobre esse livro e agora somando com a sua, me arrependo de não ter comprado... Com certeza comprarei em breve! ^^

    Beijoks

    ResponderExcluir
  4. Ei Biah...

    Nha minha estoria com esse livro é uma coisa meio maluca pq ficquei com vontade de le-lo por 2 motivos: 1 ele é contado por uma personagem masculino (coisa rara no tocante as minhas leituras) e 2 eu surtei muito com a sinopse kkk

    Ainda não consegui pegar pra ler. Tenho evitado 'series' que ainda não tenham sido finalizadas rsrs (eu sofro muito esperando as continuaçoes mimimi)

    ADOREI sua resenha, parabéns, vc conseguiu me deixar ainda mais curiosa. Assim que Dezessete Luas for lançado eu pego firme na leitura. Beijos querida :)

    ResponderExcluir
  5. Oi Como sempre vc arrasa nas suas resenhas, agora quero ler o livro...Bjos

    ResponderExcluir
  6. Nossa,

    A resenha ficou ótima, deu uma vontade enorme de ler.
    O que acho interessante o fato de ter uma visão masculina e também abordar outros temas que estão em alta no momento, como é o caso do bullyng.

    Bjok

    ResponderExcluir
  7. Morro de vontade de ler esse livro. Parece ser diferente e com um homem narrando o que é praticamente um milagre, haha.

    ResponderExcluir
  8. Olá Biah! Eu já tinha visto esse livro, mas ele não chamou a minha atenção antes. Depois de ler sua resenha fiquei bem curiosa e com vontade de ler o livro. Já está na minha lista de compras! :)
    beijos.

    Rafa{Fascinada por Histórias}

    ResponderExcluir
  9. Eu gostei da capa do livro e o achei o título bem sugestivo (considerando o pouco que entendi da história através da resenha, penso que Dezesseis Luas parece um título mais adequado que o original). Sobre essa coisa toda do segredo da Lena, meninaaaa...já fiquei curiosa!! espero poder ler esse livro logo logo.

    parabéns pela resenha!
    bjssss :*

    ResponderExcluir
  10. Olá Biah!
    Quero muito ler esse livro! Sua resenha me fez ter mais vontade de ler ele. Adorei a resenha.

    Beijos,
    Bells - Just a Girl

    ResponderExcluir
  11. Tenho vontade de ler esse livro desde o lançamento aqui no Brasil, mas até agora não tive oportunidade. E eu fico P da vida com isso. Argh!

    Beijos, Book and Cupcake.

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo