segunda-feira, outubro 10, 2011

Eu Li: A Jornada - Erin E. Moulton

Título :
A Jornada 
Autor :
Erin E. Moulton 
Editora:
Novo Conceito              
Onde Comprar:
Saraiva | Submarino | FNAC

A história de quatro irmãs e uma viagem inacreditável! “A história começa lá em casa. Na montanha. Cinco quilômetros morro acima em uma rua poeirenta e esburacada, passando pelo pomar de Mr. Benny, logo depois da banca de legumes da Nanny Ann. Estamos no outono, minha estação favorita. E em poucos dias será meu feriado favorito: Halloween. É isso aí, aqui em Canton Creek Turnpike, é tempo de pegar doces e esculpir abóboras.” Quando as crianças ouvem histórias sobre lendas, mistérios e milagres, só podemos imaginar – de longe – o que estes contos podem significar em suas mentes. A história de A jornada surge assim: de uma senhora misteriosa, que vive entre as águas da floresta e é capaz de realizar milagres, a uma linda e comovente narrativa sobre o amor entre irmãs. Ao nascer fraquinha, com a vida em risco, Lilly desperta em suas irmãs uma necessidade heróica de providências. Tocadas pela tristeza que abate a família, elas se arriscam em uma jornada cheia de aventuras e situações muito incomuns. Entre florestas, quedas de água, pântanos, barulhos assustadores e caçadores nada agradáveis, as meninas lutam pela própria vida enquanto buscam a água milagrosa que deverá salvar sua irmãzinha. Um conto de fadas contemporâneo, escrito de forma sensível, que envolve o leitor nas maluquices das garotas e que é capaz de encantar e enternecer.

A primeira coisa que chama atenção no livro é sua capa. Não é daquelas cheias de detalhes, relevos e brilhos, mas é linda do mesmo jeito. Talvez a beleza esteja justamente em sua simplicidade, totalmente condizente com o tipo de narrativa.

Dawn é irmã mais velha de quatro irmãs, e tem 11 anos. Maple é a segunda mais velha, tem 9 anos, e é a narradora desta história. É dela que vem a idéia de procurar a Senhora dos Desejos, presente na canção que sua mãe a está ensinando a cantar. Maple é uma menina muito inteligente e corajosa, e a vontade de ajudar sua irmãzinha mais nova supera todo e qualquer medo que ela tenha a respeito da floresta e da longa caminhada que a espera. Com Dawn não é diferente, apesar de esta ser movida mais pela razão, enquanto Maple é movida mais pela emoção.

A aventura das meninas em busca da Senhora não é daquelas hiper-mega apavorantes para pessoas já acostumadas a ler livros assim, mas há algumas situações que colocariam algum medo em mim sim, e olha que eu já tenho 21 anos!! Imagina como é para uma criança de 11/9 anos? As meninas se tornam cada vez mais unidas ao longo da história, e juntas descobrem mais a respeito de si mesmas e das outras.

É um história narrada do ponto de vista de uma criança de 9 anos, então não leiam esperando um drama super complexo ao longo da história.  É a narração do que é importante e crível para um criança dessa idade, como sentir que seu ursinho está com frio, ou que existem fontes com águas milagrosas (não que este último seja exclusivo de crianças).  Eu quase choro em determinada cena perto do final. A decepção das meninas me atingiu como se fosse de verdade, e por um tempo eu fiquei triste por elas. Mas a lição que todos nós recebemos logo em seguida apaga qualquer tristeza e dá lugar à esperança!

Um detalhe muito interessante é que na orelha do livro ficamos sabendo que a autora do livro também é a segunda de quatro irmãs, como Maple. Eu só soube dessa informação depois de ter terminado a leitura, e foi impossível não a associar a determinados trechos da história. Não sei até que ponto, ou se há um ponto, em que essa história seja auto-biográfica, mas eu fiquei com a sensação de que Erin quis fazer uma 'homenagem' às suas irmãs, e colocou nas personagens características delas. Achei lindo =D

(...) do nada, surgem quatro monarcas voando sobre o gramado. (...) agora, juntas, elas vão rumar para o sul através do jardim, sobre o rio e no interior da floresta e , então, eu me sinto feliz pela sobre vivência de todas e de cada uma delas. Juntas, são um verdadeiro milagre.



8 comentários:

  1. Esse livro parece ser simples e lindo (assim como a capa mesmo)!! Deve estar recheado de belas mensagens e lições.
    com a informação de que a autora também é a segunda de quatro irmãs, acho que quando eu ler A Jornada vou super imaginar que a Maple é ela rsrs

    parabéns pela resenha, biah :)

    ResponderExcluir
  2. Eu adorei o livro. Achei bem simples, puro e doce. Tão fofinho *--*

    Beijos,
    Thais P.
    http://thaypriscilla.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Adorei a resenha, o livro parece ser lindo e tocante, apesar de simples.
    Parabéns pela resenha :)

    ResponderExcluir
  4. Ei Biah...

    Nha eu estou super curiosa pra ler esse livro desde o dia em quem pus os olhinhos na capa e caí na bobagem de ler a sinopse kkk

    Adorei sua resenha e com certeza ela só me fez ficar ainda mais ansiosa. E quase choro num parte do final? OMG, eu adoro livros chorantes kkk

    Beijos querida e parabéns pela resenha :)

    ResponderExcluir
  5. Adoraria poder ler esse livro
    adorei a resenha o blog é lindo :)

    ResponderExcluir
  6. Que bela resenha , fiquei com muita vontade de ler esse livro, deve ser muito lindo !! bjinhos!

    ResponderExcluir
  7. Eu estou louca pra ler esse livro, primeiro foi por causa da capa, eu admito, eu amo borboletas, mas depois que li a sinopse fiquei apaixonada!
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Poxa,
    Eu sou apaixonada por borboletas, então de cara esse livro já me ganhou.
    E a história parece ser muitissimo emocionante. Me lembrou um pouco a história de um filme que se chama A cura, e 2 amigos buscam a cura pra Aids.
    Quero mt ler.

    Bjok

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo