segunda-feira, setembro 26, 2011

Eu Li: O Dia da Caça - James Patterson


Título :
O Dia da Caça 
Autor : 
James Patterson
Editora:
Arqueiro
Onde Comprar:
Saraiva  |  Submarino  |  FNAC

Alex Cross está diante do criminoso mais cruel que já enfrentou Quando o detetive Alex Cross é chamado para investigar um caso de assassinato, depara-se com a cena de crime mais terrível que já viu em toda a sua carreira: uma família inteira foi morta dentro de casa. Tudo fica ainda mais chocante quando ele descobre que uma das vítimas é Ellie Cox, sua ex-namorada dos tempos de faculdade. Furioso, Cross decide pegar o assassino a qualquer custo Logo depois outro crime acontece, novamente envolvendo uma família inteira, só que dessa vez alguns membros dela estavam nos Estados Unidos e outros, na África. A investigação leva a crer que o assassino, conhecido apenas como Tiger, viajou para a Nigéria. Sem hesitar, Cross vai atrás dele. O detetive entra numa caçada implacável, numa terra sem lei Ao chegar lá, Cross se vê diante de um terrível cenário de miséria, violência e guerra civil iminente. Sem nenhuma ajuda, ele se envolve numa luta contra a corrupção e contra uma conspiração que parece não ter fronteiras, que pode pôr em risco sua vida e a de todas as pessoas que ele ama.

O Dia da Caça é um livro que nos prende do início ao fim. A narrativa de James Patterson é tal que o clima de suspense e ação é mantido do início ao fim sem problemas. E apesar de o livro ser relativamente fino - pouco mais de 200 páginas - o autor conseguiu contar mais do que uma simples estória policial sem deixar brechas e furos.

É um livro  policial com um nivel de violência muito grande, mas não o tipo de violência que costumamos ver nesse gênero. É uma violência mais pesada, mais cruel e desumana. Alex Cross, ao ir até a África caçar o assassino conhecido como Tiger, testemunha uma violência e miséria sem precedentes, e quando percebe, não é mais o caçador e sim a caça, sofrendo coisas horríveis. Mas o livro não é feito só de violência não. O suspense e ação são marcantes, e a leve crítica deixada em uma parte bem interessante do livro é constrangedora, pois atinge a todos.

Como disse na resenha de 4 de Julho, o slogan "As páginas viram sozinhas" combina perfeitamente com a narrativa do autor. É suspense, é ação, é perseguição, é violência, ataques surpresas, personagens cativantes, estória bem contada, suspeitas, questionamentos, tudo contribuindo para você não pensar em largar o livro antes do fim. Eu precisei interromper a leitura para dormir, senão tiraria zero na prova do dia seguinte e, pasmem, sonhei com Alex Cross e sua perseguição!

Quem Alex persegue, o assassino chamado Tiger, é uma pessoa totalmente desumana e ambiciosa que se usa de crianças e adolescentes para cometer os mais diversos tipos de atrocidades contra famílias inteiras.  São atos bárbaros, e eu concordei totalmente com o Alex quando ele resolveu que iria caçar Tiger até o fim, mesmo que pudesse se machucar fazendo isso. Tiger é um tipo de criminoso que não devemos manter vivo nem na vida real nem na ficção.

Quando terminei de ler 4 de Julho eu já estava entendo o porquê de James Patterson vender tantos livros  - 200 milhões - e ser um autor best-seller.  Mas com O Dia da Caça eu entendo totalmente! O cara escreve muito bem! Mantém o ritmo firme, te prende a atenção e faz você se sentir como o próprio Alex Cross, sempre atento para as pistas e aos inimigos. Recomendado!


3 comentários:

  1. Oi Biah...

    OMG eu adoro um suspense então estou adorando as resenhas que vc postou do autor! Ainda não li nada dele mas com certeza, assim que tiver oportunidade, começarei a ler.

    Acho que vou sofrer um pouquinho lendo as cenas de violencia que vc mencionou na resenha #mimimi

    Dica anotadissima, parabéns pela resenha, beijos

    ResponderExcluir
  2. Oie *-*
    Nunca li nada do James, apesar de muita gente estar falando tão bem dele.
    Não gosto muito de livros policiais... Eu nunca consigo pegar todas as brechas e furos e sempre me esqueço de alguma coisa. E que só depois vou reparar que está faltando...
    Mas quando puder vou dar uma chance ao senho Best seller né! Quem sabe não me rendo a mais um estilo? rs
    Beijos
    TalitaR.
    Glossdmenta.

    ResponderExcluir
  3. Minha nossa, então o cara consegue impactar em poucas páginas!
    sério...tô começando a ficar impressionada com esse cara! com todas essas referências.
    Mas quanta violência, as pesadas ainda, fico tensa com livros assim, mas não vou deixar de ler O Dia da Caça por isso, já que o livro vale tanto a pena assim.
    Ótima resenha Biah!!

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo