Eu Li: Um amor conveniente - Tessa Dare

Título:
Um amor conveniente
Autora:
Tessa Dare
Editora:
Gutenberg
Série:
Girls Meets Duke #2
Ano:
2019



Depois de perder o seu sustento, Alexandra Mountbatten assume uma tarefa impossível: transformar duas órfãs rebeldes em damas da sociedade. Alex, porém, logo percebe que não é de disciplina que as crianças precisam, e sim de um lar repleto de amor. Mas como irá convencer o guardião delas, Chase Reynaud, disso? Chase é herdeiro do duque e um verdadeiro cretino quando se trata de assuntos do coração. Várias damas de Londres tentaram mudá-lo, mas falharam na missão.
Como qualquer libertino que se preze, Chase vive de acordo com uma regra: não se apaixonar. Quando uma jovem obstinada tenta corrigir o seu comportamento, o futuro duque decide provar-lhe que não pode ser domado. Contudo, Alex é inteligente, perspicaz e apaixonante, excedendo as expetativas de Chase. Além disso, ela recusa-se a vê-lo como uma causa perdida, sentindo que deve alcançar o seu coração para ajudar as duas órfãs. Mas conseguirá ela proteger seu próprio coração?

Olá amadinhos... como estamos encarando essa quarentena?
Sei que está cada vez mais difícil ficar em casa por uma série de fatores pessoais. Mas gente, já estamos nos deparando com dificuldades e se não fizermos nossa parte hoje mesmo por mais tempo teremos de viver dessa forma. Então, façamos a nossa parte ficando em casa! Vamos conseguir passar por isso! Vamos aproveitar esse tempo em casa e descobri coisas novas, aprender algo diferente ou mesmo colocar nossas leituras em dia!

E pensando no seu tempo ócio a ser preenchido dentro de casa, trouxemos mais uma resenha de romance de época de aquecer os corações e arrancar suspiros. Vamos nos permitir viajar um pouco mais nas palavras e enredos com tramas dramáticas e cômicas dignas de nossa diva Tessa Dare. Essa autora já é bem conhecida aqui; tenho quase certeza que a maioria de seus livros tem resenha aqui no blog rsrrs.
"Sou fã, e agora?" (Alô Frini, vejo referências aqui!)
Autora já consagrada entre os fãs do gênero, Tessa Dare, escreveu um dos meus livros favoritos de época chamado "A noiva do capitão". E a editora Gutenberg está investindo nessa nova série da autora, que pode ser lida fora de ordem sem problema. 

Em meio ao período regencial, e alguns livros do gênero até te dão o ano dos acontecimentos, este aqui não é um desses, dentre a sociedade londrina eis que surge um selvagem dentre os nobres, alguém que não nasceu com o título, mas acabou recebendo devido o designo do destino, e este libertino homem se chama Chace Reynaud. Dentre as inúmeras propriedades, rendas, empregados, investimentos e notoriedade, Chase também herdou duas protegidas do Duque anterior. Nem preciso dizer como ele não possui tato ou vontade nenhuma de cuidar de duas jovens Ladies que não chegaram nem aos 15 anos ainda. Na verdade, quem olha para Chase pode chegar a se questionar se ele tem paciência para cuidar de si mesmo!

Nada em sua vida o preparou para proteger duas jovens, ainda mais sendo estas tão diferentes e geniosas. Então o jeito foi contratar uma babá para cuidar da educação delas antes que tenham idade para frequentar o colégio. Mas, o que ele não esperava era ter várias empregadas sendo amedrontadas, escorraçadas e espantadas, praticamente uma após a outra, devido as traquinagens das duas. Uma delas tem o espírito de liderança, inteligência aguçada juntamente com mãos leves. A outra é uma #QueenDrama total... e suspeito que prima distante da Vandinha Adams pois tende a amar um bom e mórbido velório. 

Certo dia, em que mais uma vez Chase se encontra a busca da babá perfeita, eis que a porta de seu esconderijo da perdição e sossego bate, e ao abrir a porta se depara com uma jovem mulher com olhar e mente aguçados. Obviamente que ele pensou se tratar da nova babá e agradeceu aos céus por ter chegado alguém que parecia conseguir controlar as pessoas somente com o olhar penetrante. Até ele ficou focado e temente... claro que ela não precisava fazer isso, mas sua curiosidade aguçou ainda mais sobre a nova baba pois tudo o que ela falava parecia o canto das sereias.

Infelizmente para ele, o encontro saiu pela culatra pois Alexandra não era a candidata de babá, ela é na verdade a pessoa responsável por 'alinhar' os horários de todos os relógios da nobreza. Mesmo Chase descobrindo que Alexandra não estava ali para atender ao anúncio do jornal, ele insistiu pois viu em Alex algo mais e queria conhecer tudo sobre ela. Após ter saído da casa de Chace o mais rápido que suas pernas permitiam, Alex caba se deparando com uma situação calamitante e sem saída a não ser voltar a casa do Duque e aceitar o cargo de baba, mesmo sem saber direito o que poderia ensinar as meninas.

Alex não é uma jovem nobre que nasceu em berço de ouro. Tudo na vida dela se resume a ter de lutar muito para conseguir tudo. Ela trabalha muito e com a precisão de um relógio suíço. Ela ama a exatidão e ter o controle de sua vida a reconforta, então quando se viu diante de uma situação que a deixava muito vulnerável na vida, ela não viu outra opção a não ser cuidar das meninas órfãos que eram tuteladas pelo Duque mais pouco ortodoxo que ela já conheceu. Ela esperava encontrar duas jovens Ladies muito dóceis e mimadas... e nada a preparou para ter que cativar a confiança e tempo das jovens.

Alex acaba encontrando um pouco de sua própria infância naquelas duas meninas... logo ela consegue criar um plano mirabolante para conhecê-las melhor. O que ela não imaginava era que acabaria conhecendo melhor também o novo Duque que de desleixado não tinha nada a não ser a imagem que queria passar ao mundo. Afinal quem poderia imaginar que naquela mansão enorme o que faltava no coração dos habitantes era o sentido pertencimento.

Alex acaba descobrindo que ninguém é o que aparenta na casa, e que todos escondem um passado traumático o suficiente para impedir que eles deixassem novas pessoas entrarem em suas vidas. Mas ela consegue deixar suas próprias dores um pouco de lado e se permitir vivenciar cada um deles e cativar.
Uma das coisas que mais gostei nessa série como um todo foi o fato das mocinhas fortes serem tão emponderadas. No primeiro livro a mocinha foi e peitou quase que literalmente a fera da cidade. E neste a jovem Alex, criada praticamente feito uma pirata, consegue como a Fênix se reinventar e fortalecer seu eu mais do que nunca sem ter que depender de ninguém, nem emocionalmente!

Chase consegue não só admirar mas respeitar Alex do jeito que ela é. E por muitas vezes no livro eu fiquei me perguntando se o que fez ele se apaixonar por ela não foi a inteligência sedutora dela?! Gosto de imaginar que sim e não tem coisa mais sexy na minha opinião do que um homem que se apaixona pela inteligência de sua amada em primeiro lugar.

Então eis aí minha dica de hoje e espero que tenham gostado do post... até o próximo!


Assistente Social por amor a profissão, descobriu em 2013 uma nova paixão: ser blogueira literária. Desde então vem se apaixonando mais a cada novo livro lido. Descobriu através de Jose de Alencar e só reafirmou ao ler Jane Austen, que Romances de Época são imprescindíveis para a sua vida assim como respirar. Adora intercalar suas leituras com momentos em família, séries de tv, doramas, música, bujo, fotografia, saídas com amigos e seus cachorros lindos. Encontra na literatura uma forma de desbravar o mundo e fazer novos amigos.

Recomendado Para Você

Comentários