quinta-feira, setembro 06, 2018

Eu li: Rebelde e Um Novo Mundo- MacGregors #0.1 e #0.2 - Nora Roberts

Título: 
Rebelde e Um Novo Mundo
Série: 
MacGregors
Autora
Nora Roberts
Editora: 
Harlequin


AS MULHERES MACGREGOR SÃO CONHECIDAS PELO TEMPERAMENTO EXPLOSIVO E POR SEREM DESTEMIDAS, TEIMOSAS E LINDAS! MAS ELAS TAMBÉM SÃO APAIXONADAS E LUTARÃO ATÉ O FIM POR SUA FAMÍLIA E PELOS HOMENS QUE AMAM.
No século XVIII, uma época em que combates sangrentos eram travados em nome da honra, as mulheres MacGregor passaram por muitas dificuldades para defender sua família. Em meio a tudo isso, duas integrantes do clã se destacam. Serena MacGregor acaba se envolvendo com um suposto inimigo, o inglês Brigham Langston. Encontrar dentro de si o que será necessário para viver esse amor exigirá muita coragem... mas isso é algo que Serena tem de sobra.
Anos depois, o jovem soldado Ian MacGregor se vê à beira da morte e acaba encontrando Alanna Flynn, que além de salvar sua vida o ensinará que, às vezes, as maiores batalhas que enfrentamos são aquelas que ocorrem em nossos corações. Em Rebelde e Um mundo novo, Nora Roberts nos encanta com o passado da família MacGregor, mostrando que, independentemente dos lados no campo de batalha, quando se trata de amor ele sempre vencerá.

Titia Nora escrevendo romance de época? OIII, QUERO!!!! 

Então galera, esse livro faz parte da coletânea da família Macgregor, entretanto ele conta uma história de anos antes, na época em que o Clã dos Macgregor ainda vivia nas amadas terras altas e conta também o que foi que fez eles saírem de lá e ir para o Novo Mundo.

Bem, acredito que a maioria saiba que em 1975 estava rolando uma guerra entre ingleses e escoceses. Os escoceses estavam lutando pela independência e contra a opressão inglesa e apoiavam que o “Bonnie Prince Charlie” voltasse para reclamar seu trono. Essa rebelião culminou na famosa batalha de Culloden, onde diversos escoceses perderam suas vidas e os que sobreviveram foram obrigados a fugir por medo da forca. 

Enfim, parte histórica do livro explicada, vamos ao romance. O livro foca em Serena Macgregor. Serena, claro, tem todo o sangue escocês correndo pelas veias e também todo um ódio por ingleses. Entretanto, nada preparou ela para conhecer um dos melhores amigos de seu irmão mais velho. 

Sendo um lorde inglês que luta contra os ingleses, Brigham Langston tem muito a perder se aliando aos escoceses. Mas vindo de uma criação com uma avó escocesa, ele sabe que está lutando pela causa certa. Ele só não espera conhecer a linda e temperamental Serena e se apaixonar de cara pelos cabelos vermelhos e a atitude da garota. 

Serena e Brigham são um casal que se apaixona sim à primeira vista, mas que por conta do abismo que cerca ingleses e escoceses, eles acabam enfrentando muito mais desafios para ficar juntos do que eles imaginavam. 

Admito que ler esse livro foi um baque. Toda vez que eu leio algo que liga a batalha de Culloden me bate uma tristeza, saber que os escoceses foram massacrados como aconteceu, depois de tantos sacrifícios. Ler a história de Serena e Brigham é um balsamo em meio a tamanha tragédia. Em alguns momentos eu queria matar a Serena por ser tão complicada, mas ao mesmo tempo eu entendia a relutância dela em aceitar Brigham. 

A história dos dois foi divertida, mas vou avisando que também vemos um pouco do que a guerra traz para a vida desses dois. 

Nós temos também no livro uma história bem curta, chamada Novo Mundo que segue a história dos Macgregors já nos Estados Unidos, e foca no filho do irmão mais velho de Serena. 

Ian Macgregor está envolvido na revolução americana (Sério, essa família adora se envolver nas tretas) e acaba sendo ferido durante uma rebelião e acaba sendo achado por Allana Flynn, uma viúva que quer ficar longe de homens complicados e que se envolvem em coisas contra a lei. 

Ian é hiper persistente para conquistar Allana e a coitada sofre para tentar dar um chega pra lá nele, mas claro que o romance entre os dois vai falar bem mais alto. 

Então gente, esses dois livros são vendidos separadamente na gringa, mas veio pro Brasil juntinho, até porque, como eu expliquei, Novo Mundo é um livro curto mesmo. Mas foi ótimo ver como andavam Serena e Brigham e o resto da família também. 

De um todo, as duas histórias são ótimas, sendo que em Rebelde eu demorei para me apegar aos personagens, mas aconteceu e já em Novo Mundo (que é considerado uma novela) foi um pouco mais complicado essa conexão. Mas estamos falando de Norinha, então claro que os romances são ótimos. Espero que tenham gostado, comentem e me deem a opinião de vocês. Até a próxima.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo