quarta-feira, maio 23, 2018

Eu Li: Como Se Vingar De Um Cretino - Suzanne Enoch

Título:
Como Se Vingar De Um Cretino
Autora:
Suzanne Enoch
Editora:
Harlequin Books
Ano:
2018
Série:
Lessons In Love #1

Adicione ao Skoob

Era uma vez um notório visconde Dare, que seduziu lady Georgiana Halley e tomou sua inocência para ganhar uma aposta, e agora ele vai ter que pagar. O plano é simples: ela vai usar cada artifício de conquista que conhece para ganhar o coração de Dare, e então quebrá-lo. Mas o olhar do visconde tenta Georgiana a se entregar ao prazer mais uma vez, e quando ele a surpreende com um pedido de casamento, ela se pergunta: esse é mais um de seus jogos, ou dessa vez é amor verdadeiro?

Oi, gente! Vamos de romances de época da editora Harlequin hoje?

Os fãs de romances de época, assim como eu, devem estar em euforia por ter mais uma grande editora publicando nossos queridos livros, assim como por estar nos apresentando novas autoras. E apesar de a Harlequin já ter vários romances do gênero publicados e para venda em bancas de revistas (nossos queridinhos romances de banca), há quem diga que agora que os livros saíram um pouco de suas versões pocket e passaram a ter o formato de livro padrão (e maior), eles estão chamando ainda mais a atenção dos leitores. Isso certa vez provocou uma mobilização considerável entre algumas fãs mais antigas da editora. Particularmente fico muito feliz de ver o compromisso da editora em tentar métodos diferentes de mostrar aos fãs livros incríveis.

E nesse ritmo eis que este ano a Harlequin lançou o primeiro livro da série "Lessons In Love", da autora Suzanne Enoch. Autora já é conhecida nossa por aqui pelo blog, também por meio de romances de época, porém lançada por outra editora. Mas garanto a vocês que nesta indicação de hoje a autora manteve a mesma garra e leitura afiada que se pode encontrar em todos os seus livros.

Em " Como se vingar de um cretino" vamos conhecer inicialmente três jovens ladys que são muito amigas e vem de famílias tradicionais britânicas. Porém, devido a situações diversas elas já estão a ponto de serem chamadas de solteironas por algumas pessoas, mas isso de fato não parece as afligir no decorrer do livro. Estas são Lucinda Barrette, Evelyn Ruddick e Georgiana Halley. Três mulheres abastadas, lindas e muito inteligentes que adoram suas vidas.

Nesse primeiro livro vamos conhecer Georgiana Halley, uma mulher que não mora mais com seus pais e é neta de Lords e Ladys importantes e, claro, também possui uma renda enorme por ano, além de terras herdadas. Ou seja, ela nem precisaria se casar, pelo menos não por dinheiro. Talvez mais por uma convenção social se ela de fato quisesse isso... porém nossa protagonista esconde dois segredos de sua juventude que a impediria de poder fazer um casamento seja por qual circunstâncias for.

E parte desse segredo obscuro envolve o atual, falido e sedutor Visconde Dare!

E assim a vida vai seguindo até o dia que ela toma uma decisão durante um baile, depois de ver Dare com uma possível pretendente abastada, ou seja, uma nova vítima, tendo em vista que todo mundo sabe que ele está indo a falência e precisa de uma herdeira rica para se manter. E Georgiana se vê impelida a ajudar a pobre e desavisada moça. Você pode estar se perguntando: como? Bem, ela vai dar uma lição nele e educá-lo para nunca mais menosprezar uma mulher novamente, ou tratá-la feito um objeto para suas apostas ou um acréscimo a sua conta bancária.

Então a primeira coisa que Georgina faz logo pela manhã após sua decisão estar tomada e seu plano traçado é visitar a jovem Lady que virou o alvo dele, dessa vez para explicar que pretende dar uma lição no jovem Visconde Dare para que assim possa se tornar um bom marido para a jovem Lady que parece muito ingênua para a vida, mas receptiva a toda a ajuda que possa ter para conseguir ser a próxima Viscondessa Dare. E assim consegue convencer a jovem a aceitar tudo o que pretende fazer com ele!

A segunda coisa que Georgiana faz é conseguir que as tias dele, que moram na casa de Dare junto com os outros três irmãos, a convidarem para passar um tempo hospedada na casa deles e ser dama de companhia de sua tia que está enferma e precisa andar de cadeira de rodas. O que não foi muito difícil de conseguir, tendo em vista que as tias (duas alcoviteiras e atrizes de nível HARD) doram a companhia dela e sempre ficaram na expectativa de ver Dare e Georgiana como casal.

E com esses primeiros paços de seu plano em andamento Georgiana começou a seduzir Dare NA CASA DELE, fazendo com que cada vez mais a olhasse com desejo. A ideia era fazer com que o Visconde de Dare a quisesse tanto para depois o desprezar como um dia ele fez com ela. E com isso ele perceberia que seus atos têm algumas vezes consequências funestas para as outras partes envolvidas e se tornaria um marido mais consciente para outra mulher e ela continuaria sua vida do jeito que queria. Na mente de Georgiana seu plano fazia todo o sentido e apesar de suas amigas as vezes questionarem seus métodos, a maior parte do tempo elas a apoiavam.

Acontece que Dare não precisava desse estimulo todo para se sentir atraído por Georgiana, afinal de contas ele sempre foi louco por ela. Assim, encontrava nas provocações diárias entre eles a forma perfeita de sempre a deixar pensando nele, mesmo que tenha atentado contra Georgina no passado e ela nunca o perdoasse por isso. Ele se culpava muito pelo que aconteceu no passado e sempre quis contar a ela o seu lado da história, mas não via como poderia escutar o que ele tinha para dizer. Com o investimento de Georgiana, os sentimentos dele só ficaram ainda mais intensos e isso passou a ser bem visível, tendo em vista a quantidade de vezes que brigavam.

Com o decorrer do tempo passamos a entender o que de fato aconteceu entre os dois e porque ela o odeia tanto e precisa que ele pagasse por isso. O livro todo é cheio de momentos de plot twist como só a Suzanne Enoch sabe fazer e inevitavelmente no meio do livro passamos a nos perguntar:  afinal de contas, Georgiana sabe mesmo o que quer fazer com Dare? E quem está seduzindo quem?

Gostei bastante da narrativa e a leitura é bem fluida, apesar de que em algumas partes foi bem obscura sobre alguns membros da família de Dare e, do nada, eis que surge uma nova peça no quebra-cabeça para acabar com os planos na segunda metade do livro. Fiquei bem curiosa para ler os livros dos irmãos dele e, se Gosh permitir, vão ser lançados/escritos SIM! (Suzanne, nunca te pedi nada!)
Espero que tenham gostado da dica e até o próximo post!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo