quinta-feira, julho 27, 2017

Quinta em Outra Língua #56 - Lord of Shadows - The Dark Artifices #2 - Cassandra Clare


Título:
 Lord of Shadows
Autor: 
Cassandra Clare
Série:
 The Dark Artifices 
Editora: 
Margaret K. McElderry Books


A ensolarada Los Angeles pode ser um lugar sombrio na continuação de Dama da Meia-Noite, de Cassandra Clare. Emma Carstairs finalmente conseguiu vingar a morte dos pais e pensou que com isso estaria em paz. Mas se tem uma coisa que ela não encontrou foi tranquilidade. Dividida entre o amor que sente pelo seu parabatai Julian e a vontade de protegê-lo das graves consequências que um relacionamento entre os dois pode trazer, ela começa a namorar Mark Blackthorn, irmão de Julian. Mark, por sua vez, passou os últimos cinco anos preso no Reino das Fadas e não sabe se um dia voltará a ser o Caçador de Sombras que já foi. Como se não bastasse, as cortes das fadas estão em polvorosa. O Rei Unseelie está farto da Paz Fria e decidido a não mais ceder às exigências dos Nephlim. Presos entre as exigências das fadas e as leis da Clave, Emma, Julian e Mark devem encontrar um modo de proteger tudo aquilo que mais amam — juntos e antes que seja tarde.

Você vai sofrer... Mas vai gostar disso :D
Destruição deveria ser o nome desse livro. Cassandra Clare resolveu sambar na cara de todos os fãs e botar muitas imagens de dor e sofrimento e muitas mais de amor incondicional. Eu to completamente sem estruturas depois de terminar de ler essa maravilha. 

Lord of Shadows começa praticamente do ponto em que Lady Midnight acabou e traz à tona as consequências dos eventos do primeiro livro enquanto os Blackthorns se envolvem em uma missão para consertar todo o mal feito a eles. Logo, vocês já podem imaginar a montanha russa de emoções que esse livro trouxe. 

Resultado de imagem para crying gif
NÃO É JUSTO COM MEUS BB'S
The Dark Artifices é definitivamente minha série favorita da autora, além de conseguir inserir histórias antigas e personagens antigos na história atual, o laço que o leitor cria com os protagonistas (para mim todo mundo que tem mais voz no livro é protagonista) é maior do que em qualquer outro livro. Os Blackthorns me fazem sentir cada momento de desespero, de alegria, de sucesso ou de decadência na vida deles. Como eu quero que tudo se revolva pra essa família!! 

A tensão entre os Shadowhunters e os Downworlders, principalmente a corte unseelie, ta cada vez mais tensa e além disso os Centurions (que não são lá pessoas tão bacanas) chegam no instituto para investigar o assassinato de Malcolm Fede e também a aparição de demônios estranhos. 

Foi possível ver a perspectiva de vários personagens e assim descobrimos que Diego perfeito ta longe de perfeito; que Julian e Emma não consegue encontrar um caminho na relação deles, principalmente com Emma “namorando” Mark (gente esses parabatais me fizeram sofrer viu? Oh frustração); temos também Mark e Christina que são um ship promissor e além deles temos Kieran que volta para balançar o que quer que esteja acontecendo entre os dois. (MAS POSSO FALAR? EU SHIPPO OS TRÊS E PRONTO!). 

Adorei ver personagens das séries antigas e como anda a vida deles. Ver Jace e Kit se relacionando me deu esperança para os Herondales. E já que estamos falando do Kit, vamos falar do meu segundo personagem favorito (o primeiro é o Julian hehe), que tem a ligação mais profunda com esse Herondale perdido: estamos falando do Ty. Tyberius é um ser humano como nenhum outro e em muitos momentos eu só queria abraçar ele. Ainda bem que Kit estava lá pra fazer isso por mim e Livvy também. 

“Você é Kit Herondale” Ela disse. “O Herondale perdido”

“Eu não sabia que estava perdido” disse Kit. “Eu nunca me senti perdido”

Incrivelmente é com os gêmeos que Kit se sente mais confortável e logo dois passam a ser três (simples assim). Mas Ty e Kit me proporcionaram os melhores momentos do livro e eu shippei muito gente. MUITOOOO. O relacionamento deles é puro, acho que não tem outra palavra. Se tem duas pessoas que não são egoístas um com o outro, são esses dois. Eu amei cada momento. 

Resultado de imagem para love it gif
É TÃO LINDOOO...
Dru e Diana também tiveram seu momento no livro, assim como Tavvy e espero ler mais sobre eles no próximo livro. Diana então, é uma caixinha de surpresas e temos um romance pra ela! 

Quanto a história, basta saber que estamos falando de Cassandra Clare, e o plot foi tão bem construído que foi impossível não se sentir mergulhado na história. Outro ponto positivo foram as viagens, seja para o instituto de Londres, onde vimos pedaços de uma história que já conhecemos ou então para Cornwall, Idris e a terra das fadas onde podemos esperar muito mais coisas acontecerem. 

“Havia muitas valiosas primeiras edições de livros na enorme biblioteca, a maioria deles tinha sido assinada por algum idiota chamado Will H.”

A trajetória dos personagens cada vez evolui mais e eu pude ver características que eu não tinha notado antes, como o fato do Julian ser tão estrategista. Eu já disse na resenha anterior que eu admiro muito o Jules e tudo o que ele passou e o quanto isso fez a vida e a personalidade dele mudar. Eu sinto que ele foi feito para gentileza, mas isso foi arrancado muito cedo dele e atualmente ele é capaz de absolutamente tudo para salvar sua família. Emma tem medo disso e eu também. 

Resultado de imagem para i'm in shock gif
É bem possível que eu ainda esteja em choque!
Eu espero grandes coisas pro terceiro livro da série e infelizmente muita coisa eu não tenho como passar para vocês sem dar spoilers. Felizmente, o livro já está em pré-venda no brasil e logo logo espero que todos vocês possam compartilhar comigo tudo o que passaram lendo essa obra prima da titia Cassie. 

P.S. Desculpa a resenha imensa hehe.

Se eu pudesse dar uma nota maior, eu dava! 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo