quinta-feira, julho 13, 2017

Quinta em outra Língua #55 - The Last True Vampire - Kate Baxter

Título:
The Last True Vampire
Autora:
Kate Baxter
Editora:
St. Martin's Papperbacks
Ano:
2015
Série:
Last True Vampire #1

Adicione ao Skoob


As Michael's eyes lit on a female not twenty feet away, he knew without a doubt that it was her blood that called to him and her scent that had awakened him.This female had tethered his soul and returned it to him.


SOUL SURVIVOR

He is the last of his race. The one true king of the vampires. Michael Aristov roams the nightclubs of L.A. after dark, haunted by his past and driven by his hunger. The last of the Ancient Ones, he alone has survived the destruction of his race at the hands of the slayers. Now he is forced to hunt and feed like a common vampire, a creature of lust. Nothing in this world can fulfill his needs…until he meets a woman who's everything he's ever wanted. And more.


SWEET SALVATION
Her name is Claire Thompson. Her blood is so sweet, so intoxicating―the smell alone draws Michael to her like a moth to the flame. Sly, sexy, and seductive, Claire seems to be the only mortal who can satisfy his craving and seal his fate…forever. Can she be trusted? From their very first kiss, the last true vampire sweeps Claire into a world in which darkness rules desire―and where falling in love is the greatest danger of all…in The Last True Vampire by Kate Baxter.

First in the thrilling new series!
Oi gente, cá estou eu invadindo a sua quinta-feira para conversar um pouco sobre um belo dia em que eu estava obstinada a voltar a ler livros em inglês por que tem muitos títulos legais que ainda não estão em português, então fui dar uma voltinha no site da Amazon, e coloquei na busca a singela palavra ´´Vampire``... por que sou dessas, né? A Missão era achar algum livro que me instigasse interesse, com uma autora que eu não conhecia e em inglês. 

Acabei escolhendo o livro de hoje, e vim contar um pouco para vocês como foi essa descoberta/leitura. Bom, para começar preciso admitir que a resenha não é toda favorável ao livro. Tem algumas coisas que me incomodaram um pouco no enredo da história. Mas vamos por partes!

O livro inicia contando a história de um momento em que o vampiro Mikhail estava preso em uma câmara de tortura para uma serie de experimentos a serem realizados por uma das vertentes remanescentes dos templários. E ele estava muito fraco para conseguir sair de lá sozinho, e enquanto estava lá os templários conseguiram praticamente exterminar a raça de vampiros. Sobrando somente ele para o grande final.

Os templários não contavam que um Dhampir (um ser que é filho de um vampiro com uma humana) um ser dotado de extrema força, resistência e longevidade fosse ajudar o vampiro Mikhail a escapar das garras do calabouço dos templários de baixo do nariz deles.  E assim o último vampiro saiu do domínio desses fanáticos para a vida lá fora. Mas que perspectiva pode haver para um vampiro sem clã?

O tempo foi seguindo seu curso e Mikhail foi se restabelecendo, e passou a ser conhecido como o ancião, o último vampiro da raça, o mais forte e o único que poderia transformar os Dhampir em vampiros. O Dhampir que salvou Milhail se chama Ronan e se tornou o braço direito do vampiro. E esse Dhampir está fazendo de tudo para que Mikhail volte a reerguer a raça que foi destruída. Nem que para isso ele precise encontrar a escolhida para o vampiro.

Mikhail vive assombrado pelo passado e quanto mais os séculos vão passando ele vai perdendo ainda mais as esperanças no futuro. Ele sempre recorda os membros mortos de seu clã. E não vê como ele pode existir mais tempo. Então em uma certa noite ele vai para um bar de criaturas noturnas que estão ali para caçar, e é atraído por Claire, uma mortal atraente que aparentemente banal, porém na primeira mordida Mikhail descobre que ela é diferente.

Claire é uma ladra. Ela rouba o suficiente para sobreviver, ela não tem um passado, e o pouco que lembra de sua mãe são memorias doloridas. Não tem uma expectativa de vida, vive o hoje como tem que ser vivido. E ainda ajuda sua vizinha de menos de 15 anos a sobreviver também, já que a mãe da criança vive chapada e não liga se a filha está viva ou não.

Claire não consegue esquecer o que viveu na boate. Ela nunca tinha sentido nada tão intenso quanto o que sentiu com aquele cara que insiste em dar um nome falso para ela. O que ele não sabia é que Claire tem um detector de mentiras natural em seu corpo, ela sempre consegue saber quem está mentindo e quem está falando a verdade. 

Ela chega a ir novamente ao clube noturno para ver se o encontra mais não tem sucesso, e na volta para casa ela acaba se deparando com um grupo de homens muito estranho que insiste em dizer que ela é a chave para pegar o vampiro, mas ela não sabe do que eles estão falando, e teme por sua vida. E adivinha quem vai ao seu resgate? Ninguém mais ninguém menos que o cara lindo e intenso da boate. Só que no meio da luta ela também acaba descobrindo o que ele é de verdade.

Nem preciso dizer que isso assustou muito a Claire, e a partir daí a história é um cabo de guerra entre um vampiro velho com tendências possessivas demais, e uma humana que tem habilidades extras e é muito cabeça dura.

Fiquei muitas vezes um pouco chateada com o cabo de guerra entre Mikhail e Claire, que poderiam ter se ajudado a muito mais tempo no fluxo da história se eles se permitissem um diálogo mais franco e aceitassem o que estava rolando. O enredo do próximo livro da série que vai contar o que aconteceu com Ronan parece interessante. Mas admito que a leitura desse primeiro livro foi meio arrastadinha. Gostei da proposta inicial do livro, mas... ai não sei... sabe aquela sensação de quando fica faltando algo na história?

As peças estão todas lá: O casal marcante e de personalidade forte. A treta por trás do vampiro. A mocinha que não é tão mocinha assim. O segundo no comando com suas próprias tretas. O romance. Os caras malvados. E etc... mas ainda acho que está faltando algo!

Enfim... fica a dica... e se alguém já tiver lido, me procura nas redes sociais para a gente conversar sobre o livro, ainda não achei ninguém que tenha lido o livro para que eu possa conversar, ok? Até o próximo post.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo