segunda-feira, julho 25, 2016

Eu Li: Problemas à vista - Rachel Gibson

Título:
Problemas à vista
Autora:
Rachel Gibson
Editora:
Pandorga
Série: 
Chinooks Hockey Team #05
Adicionar ao Skoob


A carreira de atriz de Chelsea Ross foi um fracasso total. O mais próximo que ela conseguiu chegar do estrelato foi sua performance brilhante como Garota bonita morta #1. Porém, deixar Hollywood para se tornar a assistente pessoal de um famoso jogador de hóquei pode ter sido a mudança mais idiota de sua carreira.


Os dias de glória da estrela contundida Mark Bressler chegaram ao fim. O ex-atleta bad boy poderia pelo menos tratar bem o mulherão em tamanho miniatura de cabelos cor-de-rosa que o Seattle Chinooks contratou para ser a sua assistente. Se Chelsea não precisasse do dinheiro, estaria fugindo do maior imbecil do mundo, tão rápido quanto suas pernas conseguissem levá-la.



Chelsea consegue lidar com a atitude malcriada de Mark e seu mau humor. O problema é aquele corpo e bíceps maravilhosos! E quando o bad boy começa a avançar o sinal com ela, Chelsea sabe que é hora de colocá-lo de lado, na zona de punição Se ao menos ela conseguisse resistir ao tipo de problemas que ele tem em mente!

Gente, socorro blogueira em crise. Simplesmente ODEIO quando leio um livro que pertence a uma série de livros, e ele está fora de ordem! Foi o que aconteceu dessa vez. Li o quinto livro pensando que era único.

Quando vou escrever as resenhas, sempre pesquiso um ´´pouquinho`` sobre o livro, para ver se não existe outros livros escritos pela mesma autora inseridos no mesmo universo. E que surpresa eu tive na resenha de hoje, descobri que esse livro é parte de uma série de livros do time de Hockey Chinooks. Aí eu te pergunto: quantos jogadores um time de Hockey tem? 6. E comecei pelo livro 5!

Foi mal gente, precisava desabafar! Vamos a resenha?

Esse livro bem que poderia ser adaptado para um desses filmes românticos de sessão da tarde, que nós tanto amamos ver. Temos aqui um casal que não tem absolutamente nada a ver um com o outro e que acaba dando certo no final, e você fica se perguntando: COMOOOOOO? Ou no mínimo porque essas coisas não acontecem com você?

Um é alto o outro baixo, muito baixo. Um atleta e a outra nem pensar. Um mesmo quando está com roupas bem relaxadas, ele fica lindo e na moda e a outra tem um senso de moda único e excêntrico, digno de um clipe da Lady Gaga. Um tenta ser bom astral, e o outro é a treva. Ok, já deu! O que eles têm em comum, na minha humilde opinião, é que ambos são muito caricatos a seu jeito, e principalmente ambos são estupidamente teimosos.

Desta vez nossa querida irritante mocinha é a Chelsea Ross, uma mulher de vinte e poucos anos, com seus quase 1,55 de altura, e cabelos cor de rosa que tem uma carreira bem peculiar. Ela é uma "Screem Queen"! Sim, uma daquelas garotas lindas que aparecem nos filmes de terror que entram em cena correndo, gritando com pouca roupa, e geralmente são as primeiras pessoas que morrem. Na vida real Chelsea não é a pessoa mais sábia do mundo, todos os trabalhos/bicos que ela faz são para alcançar um único objetivo: ter dinheiro suficiente para fazer uma cirurgia de redução de seios. Porque na mente dela ter seios menores vai fazer com que ela seja mais respeitada no meio do cinema e teatro.

Ela passa boa parte do livro achando argumentos para convencer a sua irmã gêmea de que é uma boa decisão, sendo que a irmã dela acha essa cirurgia a maior abominação do mundo. Essas gêmeas são o típico estereótipo de irmãs. Elas TOTALMENTE opostas. E pela descrição delas já deu para sabermos que Chelsea é a ovelha negra da família. Logo a irmã dela é a certinha da família, que se tornou uma executiva de sucesso e trabalho em um conceituado time de Hockey. Devido a isso a gêmea boazinha arranja um emprego de última hora para Chelsea: esta tem que aguentar ser a Babá do líder do time de Hockey, que está afastado no momento do ringue de gelo. 

Nosso querido líder machucado é o típico atleta de ouro americano: Lindo, grande, sarado...e com um gênio do cão! Ele sempre foi conhecido como o melhor jogador de hockey de todos os tempos, também conhecido por adorar deixar os dentes dos jogadores do time adversário no gelo durante os jogos. Só que dessa vez foi um pouco diferente, quase no fim da temporada faltando poucos jogos para o Chinooks se tornar campeão, ele sofre um acidente grave de carro e acaba sendo afastado do gelo. O que não imaginava era que durante os exames pós acidente ele descobre uma situação catastrófica que vai mudar a sua vida...e isso só faz o gênio dele piorar. 

Apesar de ´´temporariamente``  afastado do gelo, ele ainda é um jogador de muito lucro para o time, com propagandas de tv, entrevista ou somente aparições em festas e eventos. Então, eles tentam colocar sempre uma assistente pessoal para fazer que ele cumpra seus compromissos pelo time. Mas ele sempre coloca todos os assistentes para correr. Até que em um belo dia quando ele retorna para casa depois de uma consulta médica nada agradável, encontra sentada na frente de sua casa uma cópia mini e falsificada da Lady Gaga que veste tanta coisa neon que doí até olhar para ela. 

Chelsea já tinha ouvido falar pela sua gêmea que ele era um osso duro de roer, mas o time ofereceu a ela um bônus salarial irrecusável, estamos falando aqui de mitos zeros, e que resolveria de uma vez a questão do dinheiro necessário para a sua cirurgia plástica. E tudo o que ela tinha que fazer era ser persistente e resistente ao nosso endiabrado Mark, então toda vez que ele tenta afastar ou assustar ela , ela mentaliza a cirurgia que vai fazer com que as pessoas contratem ela por ser uma boa atriz e não uma "screem queen" e no fim das contas acaba surpreendendo ele porque tudo o que ele faz para irritar ela, ela aguenta firme e sempre responde a tudo o que ele faz de igual, mesmo ele tendo quase 2 metros de altura e ela chegando com dificuldade nos 1,55 metros.

Mesmo se estranhando por muito tempo, eles começam a a entender em parte porque cada um está enfrentando problemas pessoas que os consomem aos poucos, e acabam encontrando consolo um no outro, em vários aspectos, se é que deu para me entender...rsrsrsr... Mark, apesar de ficar meio constrangido com algumas coisas que Chelsea diz para ele, principalmente quando ela explica para ele o porquê a cirurgia é tão importante, acaba entendendo que não há nada que ele faça que vá tirar o foco dela de conseguir a grana para a cirurgia.

O envolvimento deles de forma amorosa, acaba acontecendo nas formas mais divertidas possíveis, e quando a gente vê, eles já são mais um casal do que adversários dentro da casa de Mark. Até que ele descobre o que o time dele fez para que Chelsea aceitasse ser sua assistente. Aí é que a treta começa!

É um livrinho rápido e ótimo para curar aquela ressaca literária nossa de cada mês.

Então...fica a dica e espero que tenham curtido a resenha!


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo