quinta-feira, janeiro 09, 2014

[Quinta Em Outra Língua #26] The Kissing Booth - Beth Reekles

Quinta em Outra Língua é um  meme criado pelo blog Amount of Words, com o objetivo de fazer resenhas ou comentar sobre o lançamento de livros estrangeiros às quintas-feiras. Todo blog pode participar - saiba mais aqui!





Título:
The Kissing Booth
Autor:
Beth Reekles
Editora:
EMBER
Onde comprar:
Saraiva | Submarino| FNAC

Meet Rochelle Evans: pretty, popular--and never been kissed. Meet Noah Flynn: badass, volatile--and a total player. And also Elle's best friend's older brother...

When Elle decides to run a kissing booth for the school's Spring Carnival, she locks lips with Noah and her life is turned upside down. Her head says to keep away, but her heart wants to draw closer--this romance seems far from fairy tale and headed for heartbreak. But will Elle get her happily ever after?


E lá vamos nós novamente leitores!

Bom, há alguns meses atrás, estava eu conversando Inbox com outros amigos bookaholics paraenses (Biah, Fernanda, Elder, Janynne e Juliana) sobre adivinhem o quê? Fácil essa, né? E em meio a essa acalorada conversa, sobre continuações que ainda não estão traduzidas para o português, eis que surgiu a pergunta. ´´Mas se já frequentas aulas de línguas, por que você não lê livros em Inglês, Anne?``

Então meus amigos (em especial a Biah, que é nossa chefa no Blog) ficaram me provocando a ler logo um livro em Inglês. Terminamos a conversa com uma promessa EXPRESSA minha de que iria ler um livro todo em Inglês, de minha escolha, até o fim do ano de 2013. E ainda a chefia queria me fazer uma sabatina sobre o livro! Vê se pode? Kkk. 

Para fugir desse inquérito assustador da ´´chefa`` escolhi um livro às escuras, dando um passeio pela minha loja de livros favorita no meio da semana, achei o livro The Kissing Both da autora Beth Reekles. 

O livro conta a história de uma garota de 17 anos, chamada Elly, Shelly pelo melhor amigo Lee e Rochelle pela família. Um livro em paperback de 440 páginas que conta a estória de uma garota que sempre pensou ser muito apagada no cenário, mas que não tinha noção em como era atraente. Ela e seu melhor amigo Lee, têm a mesma idade, estudam na mesma escola, e nasceram no mesmo dia (questão de minutos em diferença), sem tirar que completam as frases um do outro, são quase gêmeos de pais diferentes. 

Lee (apesar do nome, ele não é descrito como asiático no livro!) tem um irmão mais velho chamado Noah (mais um Hot Bad Boy para a nossa lista gente), mas que todos na escola só o chamam de Flynn (só quem chama ele de Noah é a Elly, e ele a chama de Rochelle), emfim ele é um bad boy que vive se metendo em brigas na escola, que ele alega nunca serem provocadas por ele, tem as melhores notas da escola, e que é lindo e charmoso de morrer, com cabelos negros e olhos claros eletrizantes, e ele ainda fica andando com uma moto por ai.

A Elly sempre teve uma queda enorme pelo Flynn, mas toda a história deles começa a avançar alguns sinais loucos, quando para um ´´Carnaval`` da escola deles, a dupla dinâmica Elly e Lee, resolvem montar uma barraca de beijos para arrecadar dinheiro para crianças necessitadas. Lee e Elly, só são responsáveis pelo caixa, pelo menos até ela se ver obrigada a beijar Flynn, (DETALHE: ela nem queria...kkk...e era o 1° beijo dela). 

A partir daí Elly começa a despertar para outras coisas, e toma mas conhecimento sobre si mesma e sobre como seus colegas de escola olham para ela, e descobre algumas outras bem inquietantes, como o fato de Flynn ter ameaçado a todos os garotos da escola, de sofrerem uma violência explícita, caso eles chegassem perto dela. E assim eles vão se enrolando, e aprendendo a ver-se de uma forma diferente. Um vai deixando de lado a má fama e suas barreiras pessoais, e o outro vai aprendendo a usar o seu Sex Appeal com a pessoa certa, e a ganhar espaço.

Eu realmente gostei muito do livro. E tem um final bem real, sem tantas fantasias que a gente encontra nos romances em geral, ainda mais um escrito por uma ´´teenager``. E a experiência de ler um livro em outra língua é demais... amei! Agradeço aos amigos que me ´´incentivaram`` a passar por essa novidade!

Fica a super dica!





8 comentários:

  1. "incentivaram" foi ótimo (agradeço aos amigos que ~forçaram a barra~ hsuahushaushaushu)

    Tirando uns livretos que li na época do inglês, o primeiro li que li valendo mesmo foi Paper Towns do John Green, justamente por essa necessidade que querer muito ler o livro e o mesmo ainda não ter sido lançado no Brasil. Eu demorei mais do que o normal porque, devido ao idioma diferente, não consigo correr com a leitura por medo de me perder em alguns pontos, fiquei com o dicionário do lado mas, felizmente, foram raras as vezes em que precisei recorrer a ele rsrsrs
    Tenho outro em inglês pra ler, mas com tanto livro que "passou" na frente na minha lista de leitura, mas vou ver se adianto logo. Antes de comprar eu pesquisei o nivel de dificuldade e o estilo pois, como não sou habituada em ler em inglês, tenho que começar com os fáceis pra ir me adaptando. Espero, futuramente, estar apta e pegar Jane Austen, Lord of Rings e afins rsrs

    Realmente, quando a gente termina fica uma sensação maravilhosa de dever cumprido, ler em inglês é uma questão de hábito, se persistirmos nesse hábito, daqui à pouco tanto faz lermos em pt ou em inglês.

    Sobre The Kissing Booth, eu não conhecia, mas parece ser um livro leve e recomendável para começar. Confesso que quando você citou o Lee, já pensei em um personagem asiático LOL ele e a Elly parecem ter uma química muito boa, ter amigos assim, que completam a gente até nas frases rsrs é tããão legal!!! E você não citou nada (por ser spoiler ou porque realmente não tem no livro), mas eu super imaginei que ela ia acabar ficando com o Lee e não com o Flynn lol), eu lembro que li uns trechos de conversa Flynn e Elly que você postou no instagram e cara... que cretino kkkkkkkkkkk mas num bom sentido.

    Anotada a dica, ótimo texto!
    :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jubs...sou e serei eternamente grata pelo incentivo de vocês.
      Porque agora não mas ficarei presa aos livros em português...meu universo literário vai crescer e muito (assim que eu tiver tempo...rsrsrs)...
      Com relação ao Lee...bem que ele podia ser japa mesmo...acho que assim ele ia ter mais fans...kkkk...e não posso falar muito dele para não soltar spoillers...kkk
      Obrigada pelo comentário!

      bjus!

      Excluir
  2. Ain, unnie! Parabéns!!!

    Ainda vou tomar vergonha na cara e ler um livro em inglês por prazer e não por obrigação kekeke

    Ai, fiquei caída pelo Flynn só pelo o que falaste! Por que tem de aparecer personagens assim?! Se contentar com os da vida real depois, fica muito mais difícil! Huaaushaushasu Elder é um exceção, é claro. #EldereteForever

    De novo, parabéns pela leitura e pela missão cumprida! \o/

    O Lee podia ser asiático! xD

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, fiquei toda-toda por ser citada no texto ^^
      Saranghae, unnie! <3

      Excluir
    2. UNNIE eu não caí pelo Flynn...simplesmente me joguei e me contorci no chão quando ele foi ganhando mais espaço no livro. Olha, ele tem todo o meu respeito...e acho que se ele fosse vampiro entrada facinho para a irmandade da adaga negra...possessivo ele já é, macho alfa também...só faltava as pressas...kkkkkkkkkkkkkkk
      unnie...se o livro estivesse comigo, eu te emprestaria...mas ele já foi fazer a primeira viajem dele com uma amiga minha!!

      ^^
      beijos!

      Excluir
    3. ^^...rsrsrsrs...
      unnie kawaiiiiiiiiiii...
      saraghae...unnie!

      Excluir
  3. Anne, sua linda, que bom que você começou com leituras em inglês! \o/
    Essa prática ajuda bastante, além de divertir. <3

    E ah, eu adoro um bad boy rs, então já gostei do livro né?!
    Vou colocar na minha lista e depois, quando ler, te conto minhas impressões! ;)

    Beijos!
    Mi
    Inteiramente Diva

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Unnie inteiramente diva...
      um conselho para você: LEIA URGENTE!
      tenha quase certeza que vai ser uma ´´tacada´´ (referente a leitura rapida) só...^^
      beijos unnie

      Excluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo