sexta-feira, dezembro 16, 2011

Eu Li: O Preço de uma Lição - Rogério Mendonça e Frederico Devito


Título :O Preço de uma Lição
Autor :
Rogério Mendonça e Frederico Devito
Editora:
Novo Conceito
Onde Comprar:
Saraiva | Submarino | FNAC

Os meninos são, sim, capazes de amar. ”Tem um ditado que diz que o amor é cego. É justamente o contrário. Quando você ama de verdade, é capaz de ver coisas que ninguém consegue. Falam que você não consegue enxergar os defeitos, pura mentira também! Você vê, estão todos lá. Mas vê também algo que só você pode, como lidar com eles e contorná-los. Então, o amor não é cego, ele é a maior lente de aumento que já inventaram.” Como acontece esta coisa chamada amor? Nasce junto com a gente, mas não depende só de nós. A gente sofre e faz sofrer, ama e é amado. E com isso aprende muita coisa. Lições que trazem consequências, problemas e soluções. O preço desse aprendizado transforma o garoto em um homem. Esta narrativa, cheia de incidentes, mostra que – ao contrário do que dizem algumas garotas – os meninos são, sim, capazes de amar. Quais as transformações que o amor pode provocar na gente? O que ele ensina? Qual o seu preço? Acompanhe a jornada de um jovem, transformado pelo amor, à procura dessas respostas.


Eu pensava que fazer resenha de livros que adoramos era difícil, mas fazer resenha de livros que não gostamos tanto é tão difícil quanto, principalmente quando o motivo do 'não gostar' tem muito a ver com gostos pessoais. Mas vou tentar explicar o porque de simplesmente não ter gostado desse livro.Eu poderia muito bem fingir ter gostado só para não desagradar pessoas, ou pra não ter o trabalho que eu terei para explicar por que eu não gostei, mas quando iniciei esse blog me comprometi comigo mesma a sempre dar minha opinião sincera sobre o livro, e aqui vai ela. 

Esse livro conta a história de um personagem masculino sem nome, isso mesmo, sem nome. Acho que os autores escreveram uma história baseada pelo menos em parte em fatos reais, mas não quiseram nem dizer na história de quem era baseada, nem dar um nome novo ao personagem. É esquisito sabe? Eu não tinha lido nem 100 páginas ainda e não via a hora do livro acabar. E ai quando fui pensar no personagem eu pensei: credo, tá tão chato que eu nem lembro o nome dele. Depois que fui perceber que era por que ele não tinha nome mesmo. #TENSO

Pois sim continuando, esse personagem inicia a história criança, se metendo em uma confusão por causa de figurinhas, e por causa dessa confusão ele e seu amigo, que nasceu em um dia 21 assim como ele, fazem amizade com duas meninas que também nasceram em dias 21, formando o quarteto 21. Logo que eu li eu pensei 'que legal! acho que vai ter romance nesse quarteto!'. Doce ilusão. O quarteto cresce e por um motivo fútil eles brigam e cada um vai para o seu lado. Aí eu '????? ' .

O nosso personagem principal, que eu passarei a chamar de G é um menino de ouro. Bonito, notas boas, e tem uma legião de fãs. Para você ter uma noção, as 80 primeiras páginas do livro são de certa forma introdutórias. Isso, 80 páginas introdutórias, pois nessas páginas são contadas as histórias do quarteto 21 e dos relacionamentos anteriores de G.  Depois de vários pseudo-relacionamentos fracassados G conhece Juliana, uma garota 5 anos mais nova (ele já tem 20 e ela,15) , que está em seu primeiro relacionamento é perfeita também: não briga, não sente ciúmes dele, é inteligente e é bonita. Tava tudo perfeito demais e cansado do marasmo(eu fiquei com essa impressão) ele começa a tentar obter reações dela, como ciúmes, e a provocar brigas para saber como ela reagiria. Super infantil. Eles brigam e ele tenta descobrir o que aconteceu de errado com o namoro perfeito deles e a tentar reconquista-la.

O livro tem 366 páginas em uma fonte pequena, mas se tivesse umas 200 páginas com uma fonte normal teria contado uma história menos enrolada, e da qual eu teria gostado pelo menos um pouco mais.Foram colocadas informações demias, foi pintada uma relação e personagens perfeitos demais. Houve destaque para coisas desnecessárias, e muita, muita enrolação e sentimentalismo. Depois que ele começa a namorá-la, foram gastas umas 100 páginas de livro tentando transmitir ao leitor a perfeição do relacionamento, e não era necessário tudo isso. Um termo adequado de uma outra resenha que eu li sobre o livro: é muito cheio de 'frescurinhas'.

Eu sei que faz parte do selo Jovem da Novo Conceito, mas mesmo assim...Eu nem sou velha, tenho 21 anos! E acredito que mesmo pessoas bem mais novas vão achar esse livro desnecessariamente longo. Eu já li livros em que não há amor à primeira vista e nos quais os relacionamentos vão sendo contruídos devagar,  com menos páginas que esse livro, e que soam bem mais reais. E sem tanta 'frescurinha'. Enfim, não gostei, e a unica parte que se salva é o final. O capítulo final vale muito à pena ler. É a compilação das lições que a história quis passar, e me emocionou. 

Eu recomendo esse livro para pessoas mais jovens, super romanticas, fãs daquele romantismo super puro e inocente, e que adorem declarações e diálogos super sentimentais, do tipo "se eu morresse você choraria?". Espero que meus motivos tenham ficado claros, senão eu faço até video resenha para tentar explicar.

3 comentários:

  1. amei tua sinceridade, Biah!
    è realmente difícil resenhar quando não gostamos do livro, já passei por isso...e sinceramente? esse tipo de história romântica demais torra mesmo a paciência de qualquer um! Eu confesso que sou romântica, gosto de livros sobre isso, mas até eu, só lendo tua resenha fiquei meio 'assim' com esse enredo....
    um livro que não vai pra minha lista de desejados, com certeza!
    beijoos

    ResponderExcluir
  2. Eu tô querendo muito ler esse livro, mas só vejo resenhas negativas dele, e as vezes fico um pouco desanimada.
    Sabe, eu gosto de romance e tal, então provavelmente eu vá gostar. Mas não quero criar expectativas pra não me ferrar (de novo).

    Beijos,
    Mandi - Book and Cupcake

    ResponderExcluir
  3. Ai Deus. Estou até com medo de ler.
    Já não gosto muito do Devito e agora ter que ler um livro dele e pior ainda é que muita gente não gostou D:

    Espero que eu goste. De verdade, estou esperando que sim.

    xoxo,
    thay
    http://thaypriscilla.blogspot.com

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo