quarta-feira, outubro 06, 2010

Eu Li: A Música que Mudou Minha Vida - Robin Benway


Título:
A Música que Mudou Minha Vida
Autor:
Robin Benway
Editora: 
Galera Record
Onde Comprar:
Submarino | Saraiva | FNAC

A vida de Audrey Cuttler não tem sido a mesma desde que aquela música chegou ao topo das paradas. Ela só queria ir a shows, andar com seus amigos e, talvez, arrumar um encontro com o gatinho do trabalho, mas agora Audrey é... famosa! Tudo por causa da música que seu ex-namorado fez sobre o rompimento dos dois - o hit do momento, quer dizer, um desastre! Agora, está na hora da Audrey contar o seu lado da história.



           Nem sei como começar. Senti emoções totalmente diferentes enquanto lia esse livro. Fui da raiva à alegria, e depois ao ódio extremo, e depois à tristeza...
Eu sei que quando você olha para o livro pensa que é um livro totalmente alegre, que vai te fazer dar boas risadas, mas não é sempre assim.

          O livro fala de Audrey Cuttler, uma adolescente de 16 anos, que tem uma melhor amiga, Victoria, e adora música, que vê sua vida mudar radicalmente só porque terminou com o namorado. Aí você pensa: " Nossa que absurdo! Milhares de garotas terminam com seus namorados todos os dias e não têm sua vida mudada tanto assim!" Tenho que admitir que pensei a mesma coisa, pois afinal é o que acontece não é? O problema com a Audrey é que seu agora ex-namorado, Evan, é músico, e ficou com tanta raiva dela que escreveu uma música falando sobre o término do namoro e posando de vítima. Quando a música foi tocada pela primeira vez, em um show numa boate, todos que estavam presentes adoraram e Audrey ficou pasma, mas se acalmou quando viu, no dia seguinte, que as pessoas nem lembravam mais da música. Até que a música, 4 meses depois do término do namoro, tocou no rádio e a vida de Audrey começou a mudar.

           Eu não vou falar dessas mudanças, pois vai estragar a leitura de vocês. Mas posso dizer que havia momentos, no começo, em que eu morria de rir da Audrey. Onde já se viu ter medo da fama! É o sonho de tanta gente ser famosa, e a besta da Audrey não queria ser. Mas depois, conforme a história vai evoluindo, que você percebe que nem tudo são flores na vida dos famosos, principalmente daqueles que não buscaram essa fama =/. Tive ódio da Victoria em tantas partes do livro que nem dá pra enumerar, mas depois entendi o porque de ela ter feito tudo aquilo e desejei ter uma melhor amiga dessas pra mim. Sem falar que eu fiquei emocionada no final do livro com a reviravolta da Audrey. Se bem que fico emocionada no final de qualquer livro, tenha ele um final feliz ou não.

             Uma característica bem legal do livro é que o nome de cada capítulo é um trecho de uma música. Confesso que não conhecia nenhuma delas, mas vou correndo procura-las assim que terminar este post.Enfim, recomendo muitíssimo o livro, tirem um tempinho pra ler e o devorem. Me digam depois se vocês também sentiram seus sentimentos mudarem tão repentinamente quanto os meus, rsrsrrs. Vou sentir saudades da Audrey.


2 comentários:

  1. Nossa, você me deixou com mais vontade ainda de ler esse livro!

    ResponderExcluir
  2. O que eu mais gostei nesse livro foi o relato que tem na
    orelha, com um pouco sobre a garota que inspirou a música “Ana Júlia”. Acredito
    que se fosse a história dela teria gostado mais. Eu fiquei com raiva o tempo todo, não
    consegui gostar da protagonista, o ex dela nem aparece muito no livro e eu
    gostei mais dele. Eu ao contrário de você gostei da Victoria a maior parte do
    livro. Não fiquei com saudades da Audrey ao terminar de ler, praticamente a
    deletei da mente.

    ResponderExcluir

Quer fazer um blogueira feliz? Então deixa um comentário neste post! Você vai fazer todo o trabalho valer a pena rsrs
Mas tem um porém: Comentários ofensivos serão deletados.

Muito Obrigada por comentar! Volte sempre!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
© Garota Pai D'égua - Todos os direitos reservados.
Criado por: Bianne Souza.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo